MotoGP amplia exceções à idade mínima em Moto3 e Moto2, mas põe limite de 17 anos

A Comissão de GP aprovou mais alterações na regra que estabelece uma idade mínima para Moto3 e Moto2. Mesmo assim, não poderão entrar nos campeonatos pilotos com menos de 17 anos

O Mundial de Motovelocidade aprovou mais uma alteração na regra que estabeleceu idades mínimas para todas as classes. A Comissão de GP anunciou nesta terça-feira (19) novas exceções que vão permitir a entrada de pilotos com menos de 18 anos em Moto3 e Moto2. No entanto, 17 anos é a idade limite mesmo nesses casos.

Na esteira das mortes de Jason Dupasquier, Hugo Millán e Dean Berta Viñales, a MotoGP aprovou ainda em 2021 uma alteração na idade mínima dos pilotos, que passou a ser 18 anos para as três classes a partir de 2023. No entanto, já estavam previstas exceções aos pilotos que já competiam no Mundial e aos vencedores do Mundial Júnior e da Red Bull Rookies Cup.

Agora, este leque aumenta. Se antes apenas o campeão do Mundial Júnior e da Rookies Cup tinham passe liberado, agora o top-3 de ambos os campeonatos fica liberado para dar o salto ao Mundial de Moto3 antes dos 18 anos, mas desde que tenham pelo menos 17. No caso da Moto2, o campeão do Europeu de Moto2 pode subir antes da maioridade, mas também com um limite de 17 anos.

Em uma reunião virtual, a Comissão de GP, composta por Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do campeonato; Paul Duparc, da FIM (Federação Internacional de Motociclismo); Hervé Poncharal, presidente da IRTA (Associação Internacional das Equipes de Corrida); e Biense Bierma, da MSMA (Associação das Fábricas de Motocicletas Esportivas); na presença de Mike Webb, também da IRTA; Carlos Ezpeleta, da Dorna; Corrado Cecchinelli, diretor de tecnologia; Jorge Viegas, presidente da FIM; e Dominique Hebrand, diretor-técnico da Comissão Técnica Internacional da FIM; concordou, também, em estender a validade de uma medida adotada desde 2022 para permitir que pilotos que já estavam no campeonato possam seguir competindo mesmo sem ter 18 anos.

Quem já estava no Mundial pode seguir competindo mesmo sem ter 18 anos (Foto: Aspar)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“O aumento da idade mínima implementado nas temporadas recentes interromperam a esperada trajetória de alguns jovens pilotos que começaram a carreira antes do aumento da idade mínima, deixando alguns impedidos de subirem para as classes de GP quando esperado”, disse o texto. “As exceções existentes serão, portanto, ampliadas para permitir que o top-3 geral do Mundial Júnior e da Red Bull Rookies Cup possam competir no Mundial de Moto3 a partir do momento em que garantirem matematicamente o top-3 do JuniorGP ou da Rookies, mesmo que não tenham atingido a idade mínima de 18 anos. No entanto, uma idade mínima absoluta de 17 anos se impõe”, anunciou.

“Na Moto2, uma exceção se aplica ao vencedor do Europeu de Moto2 para competir no Mundial de Moto2, mesmo que ele não tenha atingido a idade mínima de 18 anos. No entanto, se aplica uma idade mínima absoluta de 17 anos”, apontou. “Em 2022, também foi garantida uma exceção para pilotos que tinham participado de temporadas anteriores dos Mundiais de Moto3 ou Moto2 aos 16 ou 17 anos, permitindo que pudessem seguir competindo nas temporadas seguintes. Isso foi ampliado para os pilotos que correram nessas categorias em 2023, que podem seguir competindo em 2024”, encerrou.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

RETROSPECTIVA 2023
📌 MotoGP estreia formato e vê Ducati ratificar reinado
📌 Ducati desfila força, bate recorde e atesta domínio na MotoGP
📌 Bagnaia e Martín brilham e iniciam rivalidade promissora na MotoGP
📌 KTM inova na aerodinâmica e vira incômodo para rivais
📌 Aleix Espargaró se salva em temporada mediana da Aprilia na MotoGP
📌 Moreira tem ano acidentado, mas brilha em 1ª vitória na Moto3
📌 Moto3 entrega ano quente com disputa feroz entre Masià e Sasaki
📌 Marc Márquez sofre com Honda e abisma MotoGP com troca histórica
📌 Honda atinge fundo do poço. E nem Marc Márquez evita desastre
📌 Yamaha evita lanterna em ano opaco e ganha esperança com concessões
📌 Acosta passeia na Moto2 e sobe para MotoGP cercado de expectativas

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.