MotoGP analisa cenários e diz que “mais otimista seria começar a correr” em agosto

Diretor-executivo da Dorna, Carmelo Ezpeleta analisou as possibilidades para realizar a temporada 2020 da MotoGP quando a pandemia do novo coronavírus estiver sob controle. O dirigente praticamente descartou o GP da Finlândia e abriu caminho para que Valência não seja a última corrida do campeonato

Carmelo Ezpeleta segue analisando os mais variados cenários para dar início à temporada 2020 da MotoGP. O diretor-executivo da Dorna considera, no entanto, que a melhor possibilidade é iniciar os trabalhos em agosto, com a prova em Brno.
 
Carmelo Ezpeleta (Foto: Divulgação/MotoGP)
Paddockast #57
MARIANA BECKER e os bastidores da F1

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

“A primeira coisa é isso acabar e todos termos saúde, depois faremos calendários e veremos quando poderemos nos mover e viajar para onde tivermos de correr”, disse Ezpeleta em entrevista à rádio espanhola Onda Cero. “O [cenário] mais otimista é começar a viajar em meados de julho. No dia 27 de abril, tenho de falar com os organizadores do GP da Alemanha, mas o mais otimista seria começar a correr em Brno e Áustria, em agosto”, falou.
 
Além disso, Ezpeleta deixou claro que a possibilidade de inaugurar o KymiRing, na Finlândia, em 2020 é bastante improvável. “Os organizadores que terão de comunicado, mas o circuito nem está homologado”, apontou.
 
O dirigente apontou, ainda, uma segunda possibilidade, iniciando a temporada ainda mais tarde.
 
“Faríamos entre 10 e 12 GPs, vendo as leis de cada país para ver se é possível fazer eventos com ou sem público. Isso seria outubro, novembro e dezembro. No momento, nós não consideramos correr menos GPs, mas podemos chegar a um ponto em que seja um Mundial de 8 corridas”, admitiu. “O pior dos cenários seria em novembro. Escolher 2 ou 3 circuitos, e fazer tudo ali. E, também, provavelmente sem público”, relatou.
 
Questionado sobre a possibilidade de o Mundial sequer acontecer, Ezpeleta respondeu: “Claro que consideramos o que aconteceria se terminasse por não acontecer o Mundial. Seriamos tontos se não pensássemos nisso. Não ter, seria um impacto econômico muito duro para a Dorna, mas, no momento, não estamos nos preparando para este cenário”.
 
Por fim, Ezpeleta admitiu que a tradição de encerrar o campeonato no circuito Ricardo Tormo também pode ser quebrada: “Valência ser a última corrida, só será possível no melhor dos cenários. Nós já falamos com eles que, se tivermos de acabar em dezembro, buscaríamos terminar o Mundial em um país mais quente”.
 
“Nós não descartamos nada, mas, na minha mente, a meta é fazer as corridas a partir de agosto”, concluiu.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

assine agora