MotoGP evita previsões sobre público em 2021: “Veremos como as coisas acontecem”

Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial, ressaltou que é importante ver o desenvolvimento da pandemia ao logo de 2021 para fazer previsões

Receber público durante a temporada 2021 ainda é um tema um pouco delicado para a MotoGP. Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial, preferiu não fazer previsões sobre a presença de fãs ao longo das corridas.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o campeonato de 2020 teve de acontecer com portões fechados. Apenas a rodada dupla em Misano e a prova em Le Mans pôde comportar número restrito de pessoas, mas Portugal, final da temporada, teve portões abertos vetado.

Neste ano, a situação não parece mudar, já que a Covid-19 ainda tem feito milhares de vítimas ao redor do mundo e até mesmo o surgimento de novas cepas. Para se adaptar ao fato, inclusive, o calendário do Mundial já sofreu alterações, como adiamento de Argentina e Estados Unidos e cancelamento de Brno.

Ainda é difícil prever presença de público na MotoGP na temporada 2021 (Foto: KTM)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“O dia 28 de março, no Catar, parece muito próximo, mas ainda faltam muitos dias e espero que a pandemia melhore. Fevereiro vai ser crítico para que possa haver uma melhora e a partir daí veremos. Teremos de ver como as coisas vão acontecendo”, disse Ezpeleta.

“No ano passado, tivemos público em Misano e Le Mans, as coisas se saíram bem porque não houve um só contaminado e, no entanto, queríamos também em Portimão, mas não foi possível. Tantos os promotores das corridas como nós estamos alertas do que permite cada autoridade de cada país”, completou.

A previsão de início da temporada é no Catar, em 28 de março, com rodada dupla. A pré-temporada agendada para acontecer em fevereiro, em Sepang, teve de ser cancelada, enquanto as atividades da Moto2 e Moto3 mudaram para Doha.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube