MotoGP suspende venda de ingressos e indica cancelamento de GP da Argentina

A MotoGP decidiu alimentar os rumores de cancelamento do GP da Argentina, marcado para o início de abril de 2024, e interrompeu a venda de ingressos

Palco do GP da Argentina desde 2014, exceto em 2020 e 2021 por conta da pandemia, Termas de Río Hondo tornou-se um ponto tradicional no início do calendário da MotoGP. Para 2024, porém, a prova está próxima de ser cancelada por conta de problemas logísticos e econômicos. A categoria, inclusive, suspendeu a venda de ingressos e aumentou os rumores sobre o futuro da prova.

Segundo o calendário de 2024, o GP da Argentina está previsto para 5 a 7 de abril deste ano, sendo assim a terceira etapa da temporada. A corrida, no entanto, sofre com problemas financeiros e falta de intelocutores com integrantes do novo governo do presidente Javier Milei, empossado em dezembro passado.

Os diversos cortes de gastos implementados por Milei atingiram servidores públicos, ministérios e também eventos esportivos. A organização do evento, assim, sofre com a falta de aporte financeiro do governo federal, mas a província de Santiago del Estero cumpriu sua parte, assim como o promotor privado que ajuda a bancar a etapa do Mundial de Motovelocidade.

O GRANDE PRÊMIO entrou em contato com diversas fontes ligadas ao evento na Argentina e confirmou que o cancelamento oficial da etapa é iminente. Atualmente, Termas de Río Hondo possui contrato com a MotoGP até 2025, mas a saída da prova deste ano deve causar uma lacuna no calendário entre Portugal e Austin, pois não há logística para encaixar a corrida reserva, na Hungria, em pouco tempo.

A largada da corrida sprint da Argentina em 2023 (Foto: Repsol)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Além de perder as corridas de 2020 e 2021 pela pandemia, o circuito argentino ainda sofreu com um incêndio que atingiu a área dos boxes e exigiu demorada reformada. Em 2022, a prova foi afetada por um problema logístico quando um cargueiro quebrou a caminho do país sul-americano, causando o cancelamento de todas as sessões do primeiro dia de treinos.

A pista também tem sido especulada como possível palco de uma etapa da Indy, mas ainda não foi tomada nenhum decisão sobre a chegada de uma nova categoria internacional ao local.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.