MotoGP toma pancada violenta e perde Argentina para temporada 2024

A MotoGP se vê em apuros antes mesmo dos testes começarem e perde o GP da Argentina, única corrida na América do Sul no longo calendário planejado para a temporada 2024

A MotoGP não vai correr na Argentina em 2024. Diante de um cenário de crise e cortes de gastos do governo federal, a prova disputada em Termas de Río Hondo vai sair do extenso calendário planejado e abrir uma lacuna logo no início do ano.

Antes mesmo dos testes começaram, a MotoGP já se vê com uma crise para resolver. Por conta da logística, a carismática prova na Argentina não deve ser substituída. Mas o que fazer com o contrato que vai até o próximo ano?

Pedro Luis Cuenca discute o duro golpe sofrido pelo Mundial de Motovelocidade com a crise na Argentina e a perda de uma importante pista para toda a América do Sul no calendário.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.