MotoGP

No Mundial desde a era da “TV em preto e branco”, Rossi admite surpresa com longevidade: “Em 96 eu não pensava”

23 anos após a estreia no Mundial de Motovelocidade, Valentino Rossi brincou e disse que chegou ao campeonato ainda na “era da TV em preto e branco”. Aos 40 anos, italiano disse que optou seguir com sua paixão ao invés de ficar em casa admirando suas conquistas

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
Resultado de imagem para valentino rossi 46 Quase 400 GPs, nove títulos e recordes: os 23 anos de Rossi no Mundial
🏍️ Confira a classificação da MotoGP após o GP da Argentina

Valentino Rossi completou os 23 anos de sua estreia no Mundial de Motovelocidade com um segundo lugar no GP da Argentina deste domingo (31). Animado, o #46 brincou e disse que não imaginou que teria uma carreira tão longa, mas disse que escolheu seguir com sua paixão ao invés de ficar em casa admirando suas conquistas.
 
Falando à imprensa após a corrida em Termas de Río Hondo, Rossi contou que viu as imagens da corrida das 125cc de 1996 na Malásia e brincou que pareciam fruto de outra era.
Valentino Rossi completou 23 anos no Mundial de Motovelocidade (Foto: Yamaha)
Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #12: Quem sobrevive a 'Drive to Survive'?



Resultado de imagem para icon itunes Ouça pelo iTunes 
Resultado de imagem para icon spotify Ouça pelo Spotify


“Hoje de manhã eu vi as imagens e foi bem divertido, pois é como se fosse outra era. A TV era em preto e branco”, brincou. 
 
Questionado sobre como era possível ter uma carreira tão longa, Rossi fez uma declaração de amor ao Mundial. 
 
“Para mim, é porque eu gosto”, explicou. “Na primeira parte da minha carreira, eu venci muitas, muitas corridas e muitos, muitos campeonatos. E você chega a um ponto em que é mais difícil, porque chegam oponentes mais jovens e mais fortes, então, neste momento, você tem de decidir: você prefere ficar em casa, olhar para os seus troféus e ficar feliz com isso ou prefere continuar lutando, porque você curte? Acho que este é o meu caso”, seguiu.
 
Antes, falando à transmissão oficial da MotoGP, Rossi admitiu que não esperava tamanha longevidade na carreira.
 
“Eu fico feliz com isso. Fico orgulhoso”, resumiu. “Sinceramente, em 1996, eu não esperava, mas também porque em 96 eu não pensava, em geral”, brincou.
 
“Eu não sabia o que pensar”, continuou. “Estar aqui é ótimo, eu me sinto bem e quero tentar lutar assim por mais algumas corridas e mais alguns anos", completou.

🏍️ Confira a classificação da MotoGP após o GP da Argentina