No quintal de casa, Rossi se impõe e comanda primeiro treino da MotoGP em Misano. Márquez faz quarto tempo

Correndo a cerca de dez quilômetros de casa, Valentino Rossi anotou a melhor marca na primeira sessão de treinos livres para o GP de San Marino e da Riviera de Rimini. 0s136 mais lento, Pol Espargaró garantiu uma dobradinha da Yamaha, com Maverick Viñales completando o top-3

Valentino Rossi foi rápido em mostrar quem manda em Misano. Correndo a cerca de dez quilômetros de sua Tavullia natal, o italiano apertou o ritmo na parte final do treino livre da manhã desta sexta-feira (9) e garantiu a liderança da MotoGP.
 
No total, o #46 completou 20 voltas em Misano, a melhor delas em 1min33s451, liderando uma dobradinha da Yamaha, já que Pol Espargaró colocou a YZR-M1 #44 da Tech3 na segunda colocação, 0s136 mais lento que o multicampeão.
Valentino Rossi foi o melhor nesta manhã (Foto: Yamaha)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Vencedor do GP da Grã-Bretanha, Maverick Viñales também começou em ritmo forte e acabou o treino em terceiro, à frente de Marc Márquez, que ficou a 0s278 de Rossi.
 
Companheiro de Valentino na Yamaha, Jorge Lorenzo fez sua melhor volta em 1min33s774 e acabou em quinto, à frente de Dani Pedrosa. Andrea Dovizioso aparece na sequência, à frente de Héctor Barberá e Cal Crutchlow. Scott Redding completa um top-10 separado por 0s583.
 
Andrea Iannone sofreu uma queda ainda na primeira parte da sessão e foi levado ao centro médico para passar por um raio-x. O italiano ficou com o 17º tempo.
 
Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP em Misano:
 
Com o sol brilhando na Costa Adriática da Itália, o primeiro treino da MotoGP em Misano começou com a temperatura nas alturas. Quando os pilotos entraram na pista nesta manhã, os termômetros apontavam 24°C, com a pista chegando aos 27°C. A velocidade dos ventos era de 24 km/h.
 
Jack Miller foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, à frente de Pol Espargaró, Andrea Iannone, Valentino Rossi e Marc Márquez.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

No giro seguinte, Pol tomou a liderança, 0s328 à frente de Lorenzo. Michele Pirro subiu para a terceira colocação, diante de Márquez e Rossi.
 
Pouco depois, Pirro pulou para a ponta com 1min34s502, 0s058 à frente de Dovizioso. Márquez era o terceiro, à frente de Pol, Rossi, Iannone, Lorenzo, Redding, Pedrosa e Miller.
 
Com dez minutos de sessão, Iannone caiu na curva 13 de Misano e ficou no chão claramente com dor. O italiano rolou um bocado na brita, mas deixou a pista caminhando sem maiores problemas.
 
Enquanto isso, Dovizioso saltou para o topo da tabela, 0s196 mais rápido que Pol. Pirro caiu para terceiro, seguido por Crutchlow, Márquez e Rossi.
 
Com um terço da sessão concluído, os pilotos foram para a primeira rodada de pit-stops. Dovizioso tinha o comando do exercício, 0s005 à frente de Rossi. Márquez era o terceiro, seguido por Pol e Aleix Espargaró, Pirro, Crutchlow, Lorenzo, Pedrosa e Iannone.
 
Tão logo voltou à pista, Eugene Laverty sofreu uma queda na curva 15, mas escapou de maiores lesões. Nos boxes da Yamaha, Rossi teve problemas para fazer a M1 funcionar e tardou um pouquinho a sair.
 
Vencedor da etapa de Silverstone, Viñales baixou para 1min34s010 e assumiu o comando da sessão, 0s004 melhor que Dovizioso. Rossi era o terceiro, seguido por Márquez e Pol.
 
Pouco depois, Pedrosa supero o #25 por 0s069 e pegou a ponta. Companheiro de Honda, Márquez teve sorte um pouco pior e sofreu uma queda na curva dez, mas a escorregada não provocou maiores danos.
 
Lorenzo pegou a ponta brevemente, mas logo caiu para segundo, com Pedrosa virando 0s136 melhor. Viñales era terceiro.
Pol Espargaró garantiu o segudo tempo em Misano (Foto: Tech3)
Instantes mais tarde, Crutchlow virou em 1min33s989 e pulou para terceiro, 0s203 mais lento que Dani, que seguia no comando da sessão. 
 
Pol Espargaró também conseguiu ser melhor e avançou para o segundo posto ao cravar 1min33s854, 0s068 mais lento que Pedrosa.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Com menos de 15 minutos para o fim da sessão, Iannone ainda não tinha retornado à pista, já que foi para o centro médico passar por um raio-x.
 
Uma semana após o tombo assustador de Silverstone, Pol seguiu mostrando bom ritmo. O catalão cravou 1min33s642 e assumi a ponta, abrindo 0s144 de margem para Pedrosa. Lorenzo era terceiro, à frente de Crutchlow.
 
Antes do terço final da sessão, os pilotos foram aos boxes pela última vez. Pol tinha o comando da sessão, à frente de Pedrosa, Lorenzo, Crutchlow, Viñales, Dovizioso, Rossi, Márquez, Redding e Aleix.
 
De volta, Dovizioso baixou para 1min33s863 e assumiu o terceiro posto, 0s221 atrás do líder. 
 
Minutos depois, Tito Rabat sofreu uma queda sem maiores consequências na curva 13. O espanhol deixou a pista caminhando.
 
Na sequência, foi Danilo Petrucci quem se acidentou. O piloto da Pramac caiu na curva 15, mas também não se feriu com gravidade.
 
Enquanto isso, Lorenzo baixou sua marca e subiu para a segunda colocação, 0s132 atrás de Pol. Pedrosa era o terceiro.
 
Viñales, então, anotou 1min33s713 e saltou para segundo, 0s071 atrás de Pol. Márquez também foi melhor e pegou o terceiro posto, 0s016 atrás do piloto da Suzuki.
 
Com duas ótimas parciais finais, Rossi anotou 1min33s605 e removeu Pol da liderança por uma margem de 0s037. Na volta seguinte, o #46 foi ainda melhor e levou sua vantagem na ponta para 0s1, mas logo viu essa diferente reduzir para 0s064, já que o caçula dos Espargaró também melhorou seu tempo de volta.
 
Já com o cronômetro zerado, Valentino foi ainda melhor e fechou a sessão com o melhor tempo de 1min33s451, 0s136 melhor que Pol.

MotoGP, GP de San Marino e da Riviera de Rimini, Misano, 1º Treino Livre:

 
1 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:33.451  
2 44 POL ESPARGARÓ ESP TECH3 YAMAHA 1:33.587 +0.136
3 25 MAVERICK VIÑALES ESP SUZUKI 1:33.713 +0.262
4 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:33.729 +0.278
5 99 JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:33.774 +0.323
6 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:33.786 +0.335
7 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 1:33.863 +0.412
8 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 1:33.882 +0.431
9 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:33.920 +0.469
10 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI 1:34.034 +0.583
11 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP SUZUKI 1:34.072 +0.621
12 6 STEFAN BRADL ALE APRILIA GRESINI 1:24.126 ######
13 43 JACK MILLER AUS MARC VDS HONDA 1:34.143 +0.692
14 51 MICHELE PIRRO ITA DUCATI 1:34.234 +0.783
15 9 DANILO PETRUCCI ITA PRAMAC DUCATI 1:34.412 +0.961
16 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP APRILIA GRESINI 1:34.496 +1.045
17 29 ANDREA IANNONE ITA  DUCATI 1:34.699 +1.248
18 22 ALEX LOWES ING TECH3 YAMAHA 1:34.923 +1.472
19 68 YONNY HERNÁNDEZ COL ASPAR DUCATI 1:34.925 +1.474
20 50 EUGENE LAVERTY IRL ASPAR DUCATI 1:35.280 +1.829
21 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA 1:35.302 +1.851
22 12 JAVIER FORÉS ESP AVINTIA DUCATI 1:37.090 +3.639
             
RECORDE JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:33.273 163.1 km/h
MELHOR VOLTA JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:33.146 165.1 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 24ºC | pista: 27ºC
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube