MotoGP

Para anular desconforto, Lorenzo opta por nova cirurgia no pé direito lesionado em queda em Aragão

Jorge Lorenzo ainda não se recuperou totalmente da lesão adquirida após uma queda em setembro. Por conta de um desconforto, o tricampeão vai passar por uma cirurgia na próxima semana, como forma de anular as sequelas da fratura no pé direito
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Jorge Lorenzo (Foto: Divulgação/MotoGP)
Jorge Lorenzo vai ser submetido a uma nova cirurgia na próxima segunda-feira, em Barcelona, na Espanha, pouco mais de um mês depois da primeira intervenção por conta de uma lesão no pé direito. O objetivo agora é anular o desconforto que o piloto ainda sente. 
 
O espanhol protagonizou uma queda durante a largada do GP de Aragão, em setembro passado, quando foi arremessado da moto. Como consequência do acidente, o #99 deslocou o dedo do pé e sofreu uma fratura no segundo metatarso. Apesar do incidente, Jorge voltou às pistas na Tailândia, onde caiu novamente, lesionando o pulso esquerdo.
Jorge Lorenzo foi jogado da moto em Aragão (Foto: Divulgação/MotoGP)
Lorenzo, então, passou por uma operação no pulso no fim de outubro, como forma de retornar às ações no Japão e na Malásia, mas acabou desistindo das corridas e só conseguiu voltar mesmo em Valência, na etapa derradeira da temporada. 
 
Ainda assim, o piloto seguiu com a lesão no pé, mas a fisioterapia e os exercícios contínuos não ajudaram na recuperação, o que gerou o desconforto. Então, se notou a necessidade da cirurgia.
 
O tricampeão terminou o campeonato de 2018 na nona colocação da classificação geral e 134 pontos. Foram três vitórias ao longo do ano e quatro poles. Mesmo assim, Lorenzo decidiu trocar a Ducati pela Honda para 2019, temporada em que vai formar dupla com Marc Márquez.
 
O piloto, inclusive, já participou dos testes de pós-campeonato com a nova equipe.