Acosta coloca ritmo de corrida como ponto negativo em testes: “Não é suficiente”

Pedro Acosta será o único novato da MotoGP em 2024 e admitiu que ainda precisa melhorar na sequência de voltas, mas que o ritmo da GasGas é muito bom em uma única volta rápida

Os dois primeiros testes de Pedro Acosta em 2024 já encataram o mundo da MotoGP, com o espanhol se colocando entre os dez melhores nas duas ocasiões. Novato, o piloto da GasGas ainda está conhecendo o equipamento e admite que precisa melhorar no ritmo de corrida, não apenas nas voltas rápidas.

Acosta fechou o segundo dia de testes com o oitavo lugar, apenas 0s6 atrás do ponteiro Enea Bastianini, que marcou o recorde não-oficial da pista de Sepang, na Malásia. O espanhol foi melhorando suas marcas ao longo do dia, a cada tentativa, e agora espera focar em ser consistente na pista.

“Não foi ruim. Estamos felizes porque fomos meio segundo mais velozes que ontem e 0s4 em relação ao shakedown. Sendo assim, estamos chegando. Estava contando quantos campeões mundiais estavam na minha frente e eram seis ou sete, isso é a MotoGP”, afirmou.

“Esses caras são experientes, estão há anos na MotoGP e há muito tempo no Mundial. É apenas meu terceiro ano correndo na Malásia, não é muita coisa, mas eles sabem como acelerar aqui”, acrescentou.

Acosta já encontrou um ponto para melhorar antes da temporada (Foto: Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“No ritmo de corrida, estamos melhores que ontem, no caminho certo. Não é o suficiente no momento, mas estamos melhorando. Somos mais velozes em uma única volta, mas também estamos rápidos no ritmo de prova e entendendo melhor a parte eletrônica”, finalizou o espanhol.

Em 2024, Acosta vai estrear na MotoGP pela GasGas, equipe satélite da KTM, cercado de expectativas e comparações. O jovem foi campeão da Moto2 no ano passado com facilidade e acabou promovido para correr ao lado de Augusto Fernández, que já foi seu companheiro na classe intermediária do Mundial.

MotoGP ainda acelera neste dia 8 de fevereiro, com o último teste de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.