Pedrosa ameaça, mas Stoner reage no fim e lidera terceiro treino livre da MotoGP em Indianápolis

Daniel Pedrosa bem que tentou atrapalhar a festa de Casey Stoner, mas o australiano conseguiu responder no fim e comandou o último treino livre da MotoGP em Indianápolis. Ben Spies ficou com o terceiro tempo

Casey Stoner assumiu a liderança do último treino livre para o GP da Indianápolis ainda nos primeiros minutos da sessão deste domingo (18), mas viu Daniel Pedrosa crescer nos minutos finais e lhe tirar a ponta. Após uma breve parada nos boxes da HRC, o australiano reagiu e baixou seu tempo para 1min39s182, garantindo a liderança da atividade com 0s187 de folga.

Ben Spies segue mostrando sua força correndo em casa. Depois das boas marcas registradas na sexta-feira, o piloto da Yamaha voltou a exibir um bom ritmo e completou a sessão com a terceira marca, 0s204 atrás de Stoner.
 

Stoner segurou Pedrosa e liderou último treino livre em Indianápolis (Foto: MotoGP)


Quem também chegou bem em Indianápolis foi Stefan Bradl. Novato, o atual campeão da Moto2 imprimiu um ritmo forte, garantindo a quarta colocação na tabela de tempos.

Andrea Dovizioso ficou com a quinta marca, seguido por Álvaro Bautista e Jorge Lorenzo, que segue em dificuldades para extrair o melhor da M1. Valentino Rossi ficou com o oitavo tempo, à frente de Cal Crutchlow, que sofreu uma queda nos últimos minutos do treino. Nicky Hayden completa o top-10.

Entre as CRT, o mais rápido foi Aleix Espargaró, que ficou em 11º. Yonny Hernández aparece na sequência, seguido por Randy De Puniet, Karel Abraham, Mattia Pasini, Toni Elías, Michele Pirro, Iván Silva, Danilo Petrucci, James Ellison, Colin Edwards, Steve Rapp e Aaron Yates.

Saiba como foi o treino deste sábado:

Lorenzo começou o treino na ponta, mas logo teve sua marca batida por Stoner. O australiano conseguiu baixar seu tempo de volta na sequência, mantendo a ponta com a marca de 1min40s330.

Um giro mais tarde, Casey foi ainda mais rápido, indo para os boxes da Honda na sequência. Bautista anotou 1min40s529 e assumiu a segunda colocação, mas logo perdeu a posição para Spies.

Bradl registrou 1min40s393 e assumiu a terceira posição, à frente de Crutchlow, Bautista, Lorenzo, Pedrosa, Dovizioso, De Puniet e Hernández. Rossi e Hayden logo melhoraram suas marcas e subiram para nono e décimo, respectivamente.

Com pouco mais de 20 minutos para o fim da atividade, Pedrosa melhorou sua marca e subiu para a terceira colocação, 0s125 atrás de Stoner, que seguia na ponta.

De volta à pista, Casey conseguiu baixar sua marca para 1min39s534, abrindo 0s313 de vantagem para Spies. Pedrosa vinha em terceiro, seguido por Bradl, Lorenzo, Crutchlow, Dovizioso, Hayden, Bautista e Rossi.

Entre as CRT, o mais rápido era De Puniet, que ocupava o 12º lugar. Hernández vinha em seguida, acompanhando por Espargaró, Pasini, Elías, Pirro, Silva, Edwards, Petrucci, Ellison, Rapp e Yates.

Na sequência, Bradl mostrou que chegou em forma a Indianápolis ao anotar 1min39s681, se instalando na segunda colocação, 0s147 atrás de Stoner. Pedrosa também foi mais veloz e passou Spies, assumindo a terceira posição.
 

Bradl mostrou força no terceiro treino livre em Indy (Foto: MotoGP)


Com seis minutos para o fim, Rossi anotou 1min40s367 e saltou para o sexto lugar, 0s028 atrás de Lorenzo, que vinha em quinto. Dovizioso, no entanto, logo passou o italiano, ao registrar 1min40s348.

Na sequência, Pedrosa passou em 1min39s369, assumindo a ponta da tabela com 0s165 de vantagem para o companheiro de HRC. Spies logo abriu volta rápida, baixando as parciais de Dani, mas perdeu tempo no último setor e ficou apenas com a segunda marca. Stoner, por outro lado, conseguiu melhorar os tempos do companheiro e assumiu a liderança.

Há poucos minutos do fim da sessão, Crutchlow caiu na curva 4 de Indianápolis e abandonou o exercício. Com os 45 minutos de sessão encerrados, ninguém melhorou o tempo de Stoner, que ficou com o comando da atividade.

MotoGP, GP de Indianápolis, Indianápolis, 3º Treino Livre:
 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube