Pedrosa diz que moto reserva não funcionou como original, mas elogia ritmo da Honda em Brno

Daniel Pedrosa sofreu uma queda logo no início da sessão classificatória e precisou usar a moto reserva para marcar seu tempo. Apesar das dificuldades com o protótipo número 2, espanhol garantiu vaga na primeira fila

Daniel Pedrosa dominou todas as sessões de treinos livres para o GP da República Tcheca de MotoGP, mas não conseguiu repetir o desempenho no treino classificatório e ficou com a terceira colocação no grid de Brno. No início da classificação deste sábado (25), o espanhol sofreu uma queda e precisou sacar a morto reserva para concluir sua participação na atividade.

“Tive uma pequena queda no início da sessão e, infelizmente, nós não conseguimos mais usar aquela moto e tivemos de mudar para a reserva”, explicou. “Normalmente, as motos são muito similares e, eu não sei o motivo, mas desta vez a segunda moto era muito mais rígida e tinha mais vibrações, especialmente na frente”, contou.
 

Pedrosa conquistou vaga na primeira fila no fim da classificação (Foto: Repsol)


“Nós tentamos resolver isso, mas não conseguimos, então no final eu tentei dar o meu melhor e, finalmente, na última volta, consegui um lugar na primeira fila, o que é sempre importante”, destacou.

Na última de suas 21 voltas pelo circuito, Dani cravou 1min56s327 e tomou o terceiro posto de Ben Spies, ficando a 0s528 do tempo da pole de Jorge Lorenzo.

“De qualquer forma, a moto está funcionando bem, só espero que amanhã possamos usar a nossa moto favorita – já que eu me senti muito bem nesta manhã – e ter uma boa corrida”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube