Pedrosa não se intimida e rouba pole-position de Lorenzo com cronômetro zerado em Misano

Dani Pedrosa deu continuidade a sua boa fase na temporada 2012 de MotoGP e foi o mais rápido no treino classificatório desta tarde em Misano, superando o rival Jorge Lorenzo, que larga em segundo, por 0s018

Dani Pedrosa está mesmo em uma grande fase na temporada 2012 da MotoGP. Mesmo vendo um desempenho forte do rival pelo título,Jorge Lorenzo, na parte final da classificação, o espanhol da Honda não se intimidou, foi para cima e, com uma diferença de 0s018 roubou a pole-position do adversário já com o cronômetro zerado. Lorenzo ainda tentou dar o troco, mas ficou mesmo com a segunda posição do grid. Cal Crutchlow, que vem de pódio em Brno, vai completar a primeira fila neste domingo, em Misano, no GP de San Marino e da Riviera di Rimini. 

Pedrosa vai largar na pole neste domingo em Misano (Foto: MotoGP)

Confira como foi a classificação da MotoGP em Misano neste sábado

A chuva deu lugar a um céu azul e sol em Misano logo depois da hora do almoço na Itália. E, com asfalto seco para a classificação, os pilotos da MotoGP não perderam tempo e foram logo à pista. A movimentação foi tão grande que parecia mesmo uma corrida nos instantes iniciais do treino decisivos. Aos poucos, entretanto, cada um foi encontrando seu ritmo e fazendo valer sua estratégia.

Jorge Lorenzo, por exemplo, decidiu voltar cedo aos boxes, enquanto o rival Dani Pedrosa optou por permanecer em uma sequência de voltas rápidas. Ben Spies, Andrea Dovizioso, Valentino Rossi, Álvaro Bautista e Stefan Bradl seguiram o exemplo do espanhol da Honda e foram melhorando suas marcas.

Mas era Pedrosa quem ditava o ritmo. O vice-líder do campeonato iniciou os trabalhos com 1min35s039, deixando Spies em segundo e Dovizioso em terceiro. Rossi, Bautista, Bradl, Cal Crutchlow e Mattia Pasini completavam os dez primeiros. Dani, então, retornou aos boxes e ficou apenas acompanhando a evolução dos rivais. Menos de Lorenzo, que permanecia nos pits também.

Com uma volta limpa, perto dos 15 minutos de sessão, Bradl colocou a Honda satélite da LCR na segunda posição, a quase meio segundo de Pedrosa. Crutchlow também apareceu e pulou para terceiro, empurrando Spies e Dovizioso para quarto e quinto, respectivamente.

Aí Lorenzo resolveu voltar e se colocou em terceiro, com 0s491 de desvantagem para o adversário da Honda, que também decidiu melhorar suas marcas logo em seguida. E Dani conseguiu. O espanhol consolidou a primeira posição na tabela com 1min34s776. Bradl também andou rápido na sequência e tirou Dovizioso do segundo lugar novamente.  

Enquanto o alemão da LCR continuava tentando se aproximar do tempo de Pedrosa, Lorenzo voltava à pista. Em ritmo de corrida, Jorge foi melhorando a cada volta e até chegar em 1min34s939, o que o colocou em segundo, mas ainda longe do rival pelo título.

Aí Spies tomou um tombo na primeira curva, com pouco mais de 30 minutos de sessão e teve de retornar a pé para os boxes. Na pista, Pedrosa alcançava 1min34as516, trazendo consigo um rápido Bradl e um danado Bautista. Lorenzo, Ben, Crutchlow, Rossi, Dovizioso, Hayden e Randy de Puniet, a melhor CRT até aquele momento, fechavam os dez mais rápidos.

Lorenzo bem que tentou, mas vai largar mesmo em segundo neste domingo (Foto: MotoGP)

Enquanto Pedrosa ainda conversava com os engenheiros nos boxes, Lorenzo e Bradl não tinham sossego na pista. Primeiro, o espanhol da Yamaha virou 1min34s260, finalmente superando Dani. Mas a liderança ficou pouco tempo nas mãos de Jorge. Stefan, em grande dia, tirou o líder do campeonato da ponta, com um tempo 0s039 melhor. Tudo isso restando dez minutos para o fim.

Nos instantes finais, a disputa foi ainda mais acirrada, com todos na pista ao mesmo tempo, e quem levou a melhor foi Pedrosa. A um minuto do fim, Crutchlow pulou para primeiro, mas foi superado em seguida por Lorenzo que, por sua vez, viu a pole escapar por apenas 0s018. Pedrosa, mesmo não tendo baixado todas as parciais, conseguiu tirar a marca registrada anteriormente por Jorge e ficou com a posição de honra do grid. Lorenzo e Crutchlow vão formar a primeira fila ao lado do espanhol da Honda. 

Bradl, que teve um desempenho muito forte na classificação, vai abrir a segunda fila, com a quarta posição, seguido por Bautista e Rossi. Dovizioso, Spies, Jonathan Rea e Hayden completaram os dez primeiros. A melhor CRT no grid é a de Randy de Puniet, com o 12° posto.

A corrida em Misano, a 13ª do campeonato, está marcada para as 9h, no horário do Brasil.

O Grande Prêmio acompanha ‘in loco’ o GP de San Marino e da Riviera di Rimini neste final de semana, com a jornalista Evelyn Guimarães. Acompanhe a cobertura aqui.

MotoGP, GP de San Marino e da Riviera di Rimini, grid de largada:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube