Pelas redes sociais, Honda confirma sessão de testes privados com Márquez e Pedrosa no circuito de Jerez

A Honda confirmou nesta quarta-feira (22) que vai realizar uma bateria de testes privados com Marc Márquez e Dani Pedrosa em Jerez de la Frontera. O exercício acontece antes da bateria final da pré-temporada, em 24 e 25 de fevereiro

 

Apesar do excelente ritmo demonstrado por Marc Márquez nas baterias de testes coletivos da pré-temporada 2017, a Honda segue empenhada em melhorar a performance da RC213V. Por isso, a montadora nipônica optou por fazer uma bateria extra de testes.

 
Nesta quarta-feira (22), a Honda confirmou pelo Twitter que vai para Jerez de la Frontera com Marc Márquez e Dani Pedrosa nos dias 24 e 25 de fevereiro para uma bateria de testes privados.
Marc Márquez e Dani Pedrosa vão testar com a Honda em Jerez (Foto: Honda)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Tentando sanar as dificuldades de aceleração da RCV, a Honda optou por mudar o conceito de seu motor, deixando para trás o screamer, onde os cilindros trabalham individualmente, e adotando um big bang, onde os cilindros trabalham em pares.
 
Depois de um primeiro teste em Sepang marcado por dificuldades com a eletrônica, a Honda conseguiu um exercício melhor em Phillip Island, mas quer confirmar sua direção antes da bateria final no Catar, programada para os dias 10, 11 e 12 de março.
 
O regulamento da MotoGP permite que os times da classe rainha testem com seus pilotos oficiais por um máximo de cinco dias por ano — exceto durante o período onde os exercícios são proibidos — usando a alocação de pneus do time destinada para os testes. 
 
Os testes privados podem ser realizados nos circuitos que integram o calendário oficial do Mundial, mas não podem acontecer dentro de um período de 14 dias antes da corrida no próprio traçado.
 
Todas as equipes da MotoGP recebem 120 pneus por piloto contratado por temporada para teste. Estes compostos podem ser usados pelos pilotos de testes ou pelos titulares.
PADDOCK GP #66 RECEBE LUCAS DI GRASSI, DEBATE F-E E NOVOS CARROS DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube