Pelo Twitter, Crutchlow afirma que ainda não tem vaga para 2013: “É muito político”

Cal Crutchlow respondeu às perguntas feitos pelos fãs sobre seu futuro na MotoGP e disse que ainda não tem vaga para 2013. Britânico afirmou que política tem atrapalhado

Cal Crutchlow não vive exatamente um bom momento. Apesar de sua boa performance ter atraído a atenção dos fãs e resultado em uma oferta da Ducati para 2013, as negociações esfriaram com o piloto falhando no objetivo de transformar suas boas atuações em resultados positivos.

Inicialmente, a proposta da fábrica de Borgo Panigale era contratar o britânico para assumir a vaga de Nicky Hayden ao lado de Valentino Rossi, mas com a incerteza da permanência do italiano, o time optou por renovar com o campeão de 2006.
 

Crutchlow segue sem vaga definida para temporada de 2013 da MotoGP (Foto: Tech 3)


Sem uma confirmação sobre o futuro do multicampeão e com a imprensa italiana dando como certo o retorno à Yamaha, surgiram boatos de que Andrea Dovizioso é o mais cotado para a vaga no time vermelho, deixando poucas opções em aberto para Crutchlow.

Na atual circunstância, restam uma vaga na Yamaha – onde Rossi é o favorito –, uma vaga na Ducati, uma na Tech 3 – que já tem contrato com Bradley Smith – e uma na Gresini, já que Álvaro Bautista não tem apresentado uma performance de destaque e o principal patrocinador do time tem preferência por um italiano.

Questionado por seus seguidores no Twitter, Crutchlow afirmou que ainda não tem uma definição sobre o futuro e indicou que o desempenho nas pistas não é o único fator que pesa na escolha dos times.

“As pessoas estão me perguntando sobre o ano que vem”, começou Cal. “Eu ainda não sei realmente o que está acontecendo. Um mês atrás eu tinha muitas propostas, mas como os outros dizem, os passaportes estão ficando com as vagas”, falou, indicando que a nacionalidade dos pilotos pesa na hora da decisão dos times.

“É muito político. Seis ou sete motos de fábrica e eu estou em quinto no campeonato”, lembrou. “Tentando meu melhor, mas veremos”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube