Perfeito, Lorenzo diz que foi difícil abrir vantagem e afirma: “Estou feliz pela Yamaha e por Valentino”

Perfeito no GP do Catar, Jorge Lorenzo afirmou que foi difícil abrir vantagem, já que Dani Pedrosa não queria deixá-lo escapar. Espanhol lembrou anos difíceis de Valentino Rossi na Ducati e se disse feliz por pódio do companheiro de Yamaha

As imagens do GP do Catar de Moto3, Moto2 e MotoGP
Confira a classificação do Mundial após o GP do Catar

Jorge Lorenzo teve uma atuação irretocável no GP do Catar deste domingo (7). Saindo na pole, o espanhol fez uma boa largada e conseguiu se manter na liderança. Uma vez na ponta, tratou de impor seu ritmo e não deu chances aos rivais, ampliando sua vantagem volta após volta.
 
Após o primeiro triunfo da temporada, Lorenzo contou que ficou um pouco nervoso antes da largada e afirmou que não foi fácil abrir vantagem, já que Dani Pedrosa tentou acompanhar seu ritmo nas primeiras voltas.
Lorenzo comemorou pódio de Rossi no Catar (Foto: Yamaha)
“Meia hora antes de corrida eu me senti um pouco nervoso, então tive de realmente me concentrar e relaxar no grid”, contou. “Sabia que seria difícil abrir vantagem, mas eu tinha de tentar.” 
 
“Fiz uma boa largada e forcei mais de 100%”, afirmou. “No início, foi difícil abrir vantagem, já que o Pedrosa não queria me deixar escapar. Ele tentou me acompanhar, mas depois de seis ou sete voltas, eu abri vantagem, o que me deixou mais confiante para manter o meu ritmo”, continuou. 
 
Por fim, Lorenzo comemorou a dobradinha da Yamaha e se disse feliz pelo segundo lugar de Valentino Rossi. “Estou muito feliz pela Yamaha e feliz por Valentino, já que ele passou dois anos difíceis”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube