MotoGP

Petrucci admite surpresa com adaptação de Lorenzo à Honda e avalia: “Ducati o tornou ainda mais forte”

Danilo Petrucci reconheceu que não esperava que Jorge Lorenzo se adaptasse tão rápido à Honda. Italiano considerou que a Ducati serviu de escola para tornar o #99 mais forte
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Danilo Petrucci admitiu sua surpresa com a pronta adaptação de Jorge Lorenzo à Honda. O #9 considerou que a Ducati “serviu de escola” e acabou por tornar o #99 mais forte.
 
Depois de dois anos com a Ducati, Lorenzo fechou com a Honda para formar dupla com Marc Márquez. Depois de fechar os testes de Valência com o 12º tempo, 0s827 atrás do líder Maverick Viñales, o piloto de Palma de Maiorca deu um passo à frente em Jerez e ficou com a quinta marca, 0s160 mais lento que o líder Takaaki Nakagami.
Danilo Petrucci admitiu surpresa com adaptação de Jorge Lorenzo à Honda (Foto: Ducati)
“Ele me surpreendeu”, reconheceu Danilo em entrevista ao jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’ durante um evento da Nolan. “Eu esperava que ele fosse demorar mais para se adaptar. Obviamente, a Ducati serviu de escola, o tornou ainda mais forte”, ponderou.
 
“Ele vai ser um problema extra. A Honda vai ser a equipe a ser batida”, frisou.
 
Apesar de reconhecer o poderio da Honda, Danilo não espera que Marc Márquez e Lorenzo sejam os únicos adversários de 2019.
 
“Seguramente, Suzuki e Yamaha estarão lá”, garantiu. “Somos oito motos, mas a de [Franco] Morbidelli. Para mim, veremos bonitas surpresas em 2019”, completou.