carregando
MotoGP

Petrucci mostra admiração por Dovizioso e revela desejo conjunto: “Queremos evitar inimizade”

Danilo Petrucci afirmou que ele e Andrea Dovizioso querem evitar transformar a boa relação dos dois em inimizade. O #9 manifestou sua admiração pelo vice-campeão de 2018 e admitiu até mesmo que gostaria de imitar algumas coisas que o piloto de Forli faz

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Danilo Petrucci desembarca na Ducati tentando manter a boa relação que tem com Andrea Dovizioso. O #9 contou que ele e o novo companheiro de equipe querem evitar inimizades.
 
A parceria entre Dovizioso e Jorge Lorenzo foi marcada por trocas de farpas, mas agora a Ducati espera contar com um clima mais ameno com a chegada de Petrucci.
 
Com apenas um ano de contrato com a Ducati, Petrucci aposta em sua boa relação com Dovizioso para criar um ambiente positivo nos boxes do time e desenvolver mais a Desmosedici.
Danilo Petrucci quer manter o bom relacionamento com Andrea Dovizioso (Foto: Ducati)
“Dovi e eu somos bons amigos e eu o respeito muito em um nível pessoal”, disse Petrucci. “Como piloto, eu o respeito ainda mais, porque vendo os dados deles, sei que ele faz coisas que eu gostaria de imitar”, seguiu.
 
“Neste inverno, nós vamos treinar juntos, conversamos claramente e queremos evitar inimizade”, contou. “Queremos tentar trabalhar juntos nos boxes e que tenha uma atmosfera de grande serenidade: normalmente, ele vem ao meu lado do box e eu vou ao dele”, indicou. 
 
“Fico orgulhoso por poder dar uma mão a ele e ele precisa de um piloto forte ao lado dele para poder competir. Portanto, fiquei feliz que ele me quis ao lado dele no próximo ano”, destacou.
 
O #4, por sua vez, considerou que a troca de Jorge Lorenzo por Petrucci tem seus “prós e contras”, mas destacou a boa relação que tem com o italiano.
 
“Quando acontece uma mudança, sempre tem prós e contras”, apontou Andrea. “Quando você tem um campeão como Lorenzo no time, é sempre uma coisa especial, mas tem vezes que isso pode criar uma situação na qual menos pontos são ganhos do que teria sido em outro caso”, continuou.
 
“Com Danilo, nós vamos trabalhar mais começando pela Malásia, mas já existe uma boa relação entre nós e estamos felizes de discutir vários detalhes”, relatou. “E é bom quando existe este tipo de relação, porque é possível melhorar os detalhes. Se trabalharmos juntos assim, é simplesmente benéfico para os dois”, concluiu.