Pol Espargaró confessa ter arriscado na estratégia e comemora largada na primeira fila do GP da Austrália: “Vai ser estranho”

Pol Espargaró jogou com a sorte e as armas que tinha para tentar ganhar umas posições no grid de largada para o GP da Austrália da MotoGP; E deu certo. Enquanto a equipe de fábrica da Yamaha não conseguiu entrar no top-3, Pol colocou a Tech3 no terceiro lugar

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Num treino de classificação estranho – na madrugada deste sábado (22) – em que a Yamaha não conseguiu sequer colocar uma de suas motos no top-10, Pol Espargaró facilmente bateu a equipe da fábrica de Iwata e colocou a Tech3 na primeira fila do GP da Austrália do domingo. 

 
O terceiro lugar chegou com Pol assumindo riscos e esperando o momento certo para utilizar os pneus slick, isso quando a pista já estava bem próxima de seca. Poderia ter dado completamente errado caso a chuva resolvesse cair, mas não aconteceu.
 
“Foi muito difícil, especialmente porque você nunca sabe. O céu estava completamente negro e eu arrisquei”, comentou. “Eu parei… Fiz duas ou três voltas com o intermediário e aí parei. Então pensei: ‘Ok, se chover, vou largar em último’. Mas, felizmente, a chuva chegou um pouco mais tarde, eu pude fazer algumas voltas com os slicks, fui melhorando mais e mais a cada volta e, no fim, conquistamos um bom resultado”, resumiu.
 
“Eu tentei parar o mais cedo possível. Nós arriscamos”, insistiu. “Isso não acontece sempre, e nós demos sorte com o clima. Não choveu e nós fomos rápidos em uma volta lançada”, falou.
Pol Espargaró (Foto: Tech3)
Pol admitiu que sair da primeira fila é uma sensação diferente, mas dá ao mais jovem irmão do clã Espargaró uma excelente chance de pódio. “Vai ser estranho largar na primeira fila, mas é uma boa sensação”, concluiu.
 
À frente de Espargaró na primeira fila saem Mar Márquez e Cal Crutchlow. O irmão, Aleix, colocou a Suzuki na quarta colocação numa segunda fila que também tem Jack Miller e Danilo Petrucci.
 
O GP da Austrália de Mundial de Motovelocidade larga às 3h (Brasília) do domingo.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube