Por segurança, Michelin opta por tirar pneu macio da alocação e deixa MotoGP com única opção de dianteiro de chuva no Japão

A Michelin decidiu fazer uma alteração na opção de pneus de chuva disponíveis para as equipes no GP do Japão. Por questões de segurança, a fornecedora deixará disponível apenas a borracha dianteira dura, por conta da grande aderência do traçado japonês em condições molhadas que causa alta degradação

A Michelin decidiu de última hora fazer uma mudança dos pneus para o GP do Japão deste domingo (15). Após o warm-up de mais cedo, a fornecedora anunciou que, por questões de segurança,  irá retirar o pneu de chuva macio e deixará disponível apenas a borracha dianteira dura.
 

A fábrica francesa tomou a decisão nesta manhã após realizar diversas reuniões com os times. A opção original era dianteiro macio e médio e traseiro macio e extramacio.
As condições estão complicadas em Motegi (Foto: Divulgação/MotoGP)

De acordo com informações, o asfalto do traçado japonês apresenta grande nível de aderência quando molhado, provocando grande degradação dos pneus, o que oferecia risco para a segurança dos pilotos. Isso fez com que a fornecedora tomasse uma atitude sobre o assunto.
 

Portanto, as equipes terão a opção única de pneu dianteiro de condições de chuva para a prova japonesa, que será apenas a mais dura. 
 
’EXTRAORDINÁRIO’

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube