Presidente da Ducati vai a Laguna Seca tentar manter Rossi no time na temporada de 2013

Gabriele Del Torchio, presidente da Ducati, se encontrará com Valentino Rossi neste domingo (29) para negociar a renovação do contrato do italiano. Rumores indicam que equipe vermelha oferecerá € 17 milhões

O fim de semana em Laguna Seca será decisivo para a escolha de Valentino Rossi a respeito de seu futuro. O italiano já admitiu que negocia sua permanência no time vermelho, mas reconheceu tem outras duas propostas e disse que decidirá onde irá correr em 2013 nas próximas semanas.

Rossi ouvirá neste domingo proposta da Ducati para 2013 (Foto: Ducati)


Para tentar manter o multicampeão, a equipe de Borgo Panigale enviou a Laguna Seca Gabriele Del Torchio, presidente da Ducati, para negociar com o piloto. Segundo rumores da imprensa internacional, a proposta que será apresentada a Rossi conta um pagamento de € 17 milhões por ano (cerca de R$ 42 milhões). Recentemente, a Forbes divulgou sua tradicional lista sobre os cem atletas mais bem pagos do mundo, indicando que Valentino tem um faturamento anual superior a R$ 60 milhões, sendo R$ 34 milhões provenientes de seu pagamento na Ducati.

“Falaremos nas próximas horas”, falou Rossi em entrevista ao site italiano ‘GPOne’. “Deverá esclarecer alguns detalhes da previsão para o próximo ano”, explicou.

Questionado se Del Torchio falaria sobre detalhas sobre o projeto da nova moto, Valentino negou. “Não exatamente. Ele deve me comunicar sua oferta”, completou.

Neste fim de semana, Rossi deixou claro que o dinheiro não será decisivo em sua escolha. “Sinceramente, do meu ponto de vista, dinheiro não é muito importante”, declarou. “Se não fosse assim, eu já teria decidido! Tudo tem seu lado positivo e negativo. Então eu tenho de colocar na balança e tomar uma decisão.”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube