Prestes a divulgar novo calendário, MotoGP cancela GP da Itália

Inicialmente marcado para o dia 31 de maio, GP da Itália de MotoGP não acontecerá. Notícia surge ao mesmo tempo que a Fórmula 1 estuda corrida em Mugello

A Dorna Sports anunciou, nesta quarta-feira (10), o cancelamento do GP da Itália da MotoGP. Originalmente marcado para o dia 31 de maio, a prova foi adiada, e um novo espaço no calendário, que será divulgado em breve, não foi encontrado.

Será a primeira vez desde 1990 que Mugello não receberá uma etapa do Mundial de MotoGP. Diretor-executivo da Dorna, Carmelo Ezpeleta lamentou o cancelamento.

“É com coração partido que anunciamos o cancelamento de Mugello. Infelizmente, não conseguimos encontrar uma solução logística e operacional para os problemas resultados pela pandemia, e o novo calendário não nos permite visitar esta praça neste ano. É uma grande perda, já que Mugello é um dos circuitos mais belos do mundo e nos orgulhamos de chamar de casa do GP da Itália”, declarou.

Danilo Petrucci venceu a edição 2019 do GP da Itália (Foto: MotoGP)

“Em nome da Dorna, gostaria de agradecer os fãs por entenderem e pela paciência que mostraram enquanto esperamos a situação melhorar. Estamos ansiosos para retornar à Mugello na próxima temporada para mais um grande fim de semana de corrida”, completou.

Além da Itália, os GPs do Catar, Alemanha, Holanda, Finlândia, Grã-Bretanha, Japão e Austrália também foram cancelados.

A notícia surge ao mesmo tempo em que rumores apareceram de que a Fórmula 1 pode sediar uma corrida em Mugello no segundo semestre. A categoria estuda a introdução de novas praças para completar o calendário

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube