MotoGP

Quartararo admite frustração com largada do pit-lane na estreia na MotoGP e diz: “Não sei o que aconteceu”

Fabio Quartararo admitiu sua frustração com o revés que sofreu no GP do Catar após se mostrar competitivo ao longo de todo o fim de semana. O francês, no entanto, não soube dizer o que aconteceu para a moto apagar no grid
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
🏍️ Enquete: que nota você dá para o GP do Catar de MotoGP
🏍️ Confira a classificação do Mundial de MotoGP após o GP do Catar

Fabio Quartararo viu sua boa expectativa de uma boa corrida no Catar cair por terra antes mesmo da largada. Na saída para a volta de aquecimento, a Yamaha do #20 apagou, o que fez com o que piloto fosse retirado do quinto posto do grid e, assim, iniciado a primeira etapa da temporada no pit-lane.
 
O piloto de 19 anos, então, teve de fazer uma corrida de recuperação, mas acabou apenas na 16ª colocação. Fabio chegou até a passar Jorge Lorenzo, mas foi um toque com Tito Rabat que acabou resultando em sua posição final na prova.
Fabio Quartararo lamentou erro que o fez largar do pit-lane no Catar (Foto: SIC)
“Foi muito difícil ter um bom ritmo em todo o fim de semana, estar entre os cinco primeiros na classificação e, no fim, ter de largar do pit-lane”, disse Quartararo. “É, realmente, frustrante, mas, de qualquer maneira, vou esquecer isso em dois dias e levar só o positivo para o futuro”, continuou.
 
“Meu plano era estar com os ponteiros, e ficar com eles, porque vi que o ritmo no ano passado era de 1min56s baixo, 1min55s alto, e, felizmente, o meu ritmo foi de 1min55s baixo desde o princípio”, lembrou.
 
Apesar do bom ritmo, Fabio também teve dificuldades nas voltas finais, já que o pneu estava demasiadamente gasto.
 
“Nas últimas cinco ou seis voltas, o meu pneu estava quase destruído e não pude ultrapassar [Johann] Zarco pelo 15º lugar. Mas, de qualquer forma, aprendi muitas coisas, fiz algumas ultrapassagens, tratei de manter os pneus e foi uma boa experiência para a próxima corrida”, ponderou.
 
Questionado sobre o que aconteceu no grid, Fabio não soube explicar: “Realmente, não sei o que aconteceu”.
 
“Eu fiz a mesma coisa que nos treinos, mas é muito diferente da largada da Moto2 ou Moto3”, apontou. “Nunca cometi esse erro antes em todo o inverno, nem nos testes. E fiz no grid. Foi muito estranho”, concluiu.

GUIA 2019
🏁 MotoGP abre 2019 imprevisível e com promessa de alta competitividade
🏁 Por equilíbrio, MotoGP introduz mudanças aerodinâmica e eletrônica
🏁 Yamaha mostra evolução. Mas a dúvida permanece: é o suficiente?
🏁 Ducati sai da pré-temporada forte e vê chance de recuperar título
🏁 Honda carrega mistério: Márquez e Lorenzo vão se aguentar sem brigas?
🏁 
Após anos de 'chove e não molha', Suzuki vê chance de dar próximo passo
🏁 KTM tem Pedrosa como trunfo e chance de acelerar evolução da RC16
🏁 Aprilia mira evolução e busca recuperação após 2018 decepcionante
🏁 Moto2 tem motor Triumph, mudança na classificação e classe talentosa
🏁 Moto3 traz nova classificação, volta de Fenati, time de Biaggi e promessa Öncü
🏁 Até com Gibernau, Mundial estreia Copa do Mundo de MotoE em 2019