Quartararo bate Miller no fim e crava pole do GP da França. Mir larga só em 14º

O francês apareceu na bandeira quadriculada para anotar 1min31s315 e largar na frente na corrida caseira. Jack Miller e Danilo Petrucci fecham a primeira fila de Le Mans

Fabio Quartararo levou a melhor na classificação do GP da França da MotoGP. Neste sábado (10), o francês de Nice tratou de anotar 1min31s315 já com o cronômetro zerado para ficar com a terceira pole-position da temporada.

Jack Miller ficou bastante próximo de conseguir sua primeira posição de honra do grid desde o GP da Argentina de 2018. Entretanto, teve de se contentar com a segunda colocação ao ser superado por 0s222. Danilo Petrucci surpreendeu e ficou em terceiro, voltando ao top-3 pela primeira vez desde o GP da Itália do ano passado.

Cal Crutchlow mostrou bom desempenho mesmo se recuperando dos problemas no braço direito e ficou em quarto, com Maverick Viñales logo na sequência. Andrea Dovizioso fechou a segunda fila de saída em Le Mans.

Fabio Quartararo, MotoGP 2020, GP da França, Treino
Fabio Quartararo apareceu na bandeira quadriculada para ficar com a pole (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Francesco Bagnaia larga em sétimo, com Pol Espargaró vindo em oitavo. Johann Zarco e Valentino Rossi completam os dez primeiros colocados do grid do GP da França.

Quem sofreu um verdadeiro revés foi Joan Mir. O vice-líder da classificação teve desempenho discreto e não conseguiu avançar da primeira fase, garantindo apenas a 14ª colocação do grid de largada.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da França, décima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Quartararo puxa 1-2-3-4 da Yamaha no TL4

O céu de Le Mans ganhou nuvens carregadas na fria tarde deste sábado. Quando a MotoGP entrou na pista, os termômetros mediam 15°C, com o asfalto chegando apenas a 22°C. A velocidade do vento era de 5 km/h.

Rossi abriu o treino livre final na ponta da classificação, 0s027 melhor que Quartararo. Petrucci, então, tomou a liderança, mas logo foi superado por Fabio, que virou 0s068 melhor. Zarco assumiu a terceira colocação, à frente de Miller e Rins.

Em uma sessão onde imperavam os pneus macios, Oliveira foi a 1min33s032 para colocar a KTM no topo da tabela, 0s064 melhor que Quartararo. A liderança portuguesa, contudo, também não durou. Fabio logo reestabeleceu a ordem, assumindo o comando com 1min32s917, 0s055 melhor que Miller, que também superou Miguel.

Além de ser batido na classificação, Oliveira viu as coisas piorarem pouco depois. O piloto da Tech3 precisou parar na curva 7 na sequência por conta de um problema com a KTM RC16, o que forçou a paralisação em bandeira vermelha. Miguel foi ágil em ir para a grama, mas Miller acabou levando um susto por conta do conteúdo despejado na pista.

Depois de uma longa paralisação para limpeza da pista, o treino foi reiniciado para os 17 minutos finais. Quartararo tinha a liderança, seguido por Miller e Oliveira. A volta à pista, porém, não foi lá muito positiva para Miguel, que caiu ainda os primeiros minutos. Instantes depois, Álex Rins caiu a curva 9 de Le Mans, mas não se feriu.

Quartararo conseguiu melhorar para 1min32s658 e manteve a ponta, com Morbidelli virando 0s047 mais lento para assumir o segundo lugar. Petrucci era agora o terceiro, à frente de Viñales e Miller.

Pol Espargaró apareceu na sequência com 1min32s719 para assumir o terceiro lugar, 0s061 mais lento que o líder. Morbidelli logo respondeu e, com 1min32s533, assumiu a ponta, 0s125 melhor que o companheiro de SRT.

Fabio apertou o passo, mas apenas conseguiu reduzir para 0s051 a vantagem de Morbidelli. Mais atrás, Rossi também foi melhor e saltou para sexto, enquanto Viñales melhorou para ser Viñales.

Rossi melhorou mais um pouco e pulou para a quarta colocação, formando um 1-2-3-4 da Yamaha. Pol era o quinto, à frente de Petrucci e Nakagami.

Com a bandeira quadriculada tremulada em Le Mans, Quartararo baixou para 1min32s528 e retomou a ponta, com Morbidelli, Viñales e Rossi fechado um top-4 separado por 0s138. Pol Espargaró ficou em quinto, escoltado por Petrucci, Nakagami, Miller, Oliveira e Crutchlow.

Petrucci e Bagnaia avançam. As Suzuki caem no Q1

Apesar do tempo nublado, a temperatura subiu um pouco em Le Mans na hora da classificação. O termômetro mostrava 16°C, com o asfalto chegando a 24°C. A velocidade do vento era de 5 km/h.

Quando as primeiras voltas foram computadas no Q1, Mir assumiu a ponta com 1min33s269, 0s220 melhor que Álex Márquez, o segundo colocado. Terceiro, Bagnaia vinha só a 0s009 de uma provisória no Q2.

No giro seguinte, Márquez tomou a liderança com 1min32s774, 0s137 melhor que Pecco, que pulou para segundo. Em seguida, porém, Nakagami assumiu a ponta, deixando o italiano da Pramac a 0s137 de uma vaga na fase seguinte.

Pecco respondeu rápido, foi a 1min32s512 e tomou a primeira posição, 0s117 melhor que Petrucci. Nakagami caiu para terceiro, 0s118 atrás de uma vaga na fase final da classificação.

Depois de uma passagem pelos boxes, Petrucci baixou a marca de Bagnaia em 0s560 para assumir o comando da sessão. O piloto de Terni era o único em 1min31s com pouco mais de 2 minutos para o fim do Q1.

Mir, então, foi a 1min32s418 e saltou para o segundo lugar, 0s466 mais lento que Danilo. Pecco caiu para terceiro, 0s094 abaixo da linha de corte da fase seguinte.

Mir se empenhou e melhorou para 1min32s187, mas não conseguiu manter o segundo posto, já que Bagnaia virou 0s133 melhor.

Nos segundos finais, Brad Binder sofreu uma queda na curva 7 no traçado Bugatti e não teve a chance de melhorar o sétimo tempo que sustentava até então.

Ao fim dos 15 minutos de sessão, Petrucci e Bagnaia asseguraram o avanço à fase seguinte, enquanto Nakagami passou Mir para ocupar o 13º posto no grid. Aleix Espargaró vai sair em 15º, à frente de Álex Rins.

Quartararo crava pole em casa na MotoGP

A fase decisiva da classificação começou com Morbidelli cravando 1min32s393 em uma pista cuja temperatura tinha subido para os 26°C. Quartararo não tardou em apresentar resposta e assumiu a liderança, 0s073 melhor que Bagnaia. Morbidelli caiu para terceiro, à frente de Viñales e Rossi.

Os pilotos, então, partiram para os boxes antes de um ataque final à tabela. Antes de parar, Bagnaia se irritou com Oliveira, que vinha mais lento pelo caminho enquanto o titular da Pramac tentava melhorar.

De volta à pista, Dovizioso foi a 1min31s747 e assumiu o segundo posto, só 0s082 mais lento que Quartararo. Andrea teve uma nova tentativa frustrada, mas caiu para terceiro, já que Crutchlow passou 0s033 melhor.

Miller, então, anotou 1min31s537 e se instalou na pole provisória, 0s128 melhor que Quartararo. Crutchlow, Viñales, Dovizioso e Bagnaia completavam a lista dos seus melhores.

Com a bandeira quadriculada tremulando em Le Mans, Petrucci saltou para o terceiro posto, 0s137 mais lento que Miller. Na volta final, porém, Quartararo enfiou 0s222 na marca de Miller e assegurou a pole pela nona vez na carreia.

LEIA TAMBÉM
Peter Pan, Rossi ainda tem espaço na MotoGP. Mesmo aos 41 anos
Viñales mostra velocidade e talento de Top Gun, mas decepciona com irregularidade
Dovizioso desperdiça chance de ouro e nem experiência parece ajudar na busca do título
27 anos após Schwantz x Rainey, Suzuki e Yamaha reeditam rivalidade na MotoGP
Bola da vez na MotoGP, Mir cresce e vira elemento surpresa na briga pelo título
Novos talentos e velhos conhecidos: MotoGP une experiência e frescor no grid de 2021

MotoGP 2020, GP da França, Le Mans, classificação

1F QUARTARAROSRT Yamaha1:31.315 
2J MILLERPramac Ducati1:31.537+0.222
3D PETRUCCIDucati1:31.674+0.359
4C CRUTCHLOWLCR Honda1:31.686+0.371
5M VIÑALESYamaha1:31.719+0.404
6A DOVIZIOSODucati1:31.722+0.407
7F BAGNAIAPramac Ducati1:31.752+0.437
8P ESPARGARÓKTM1:31.795+0.480
9J ZARCOAvintia Ducati1:31.832+0.517
10V ROSSIYamaha1:31.889+0.574
11F MORBIDELLISRT Yamaha1:31.891+0.576
12M OLIVEIRATech3 KTM1:32.009+0.694
13T NAKAGAMILCR Honda1:32.179+0.864
14J MIRSuzuki1:32.187+0.872
15A ESPARGARÓAprilia Gresini1:32.539+1.224
16A RINSSuzuki1:32.757+1.442
17B BINDERKTM1:32.766+1.451
18A MÁRQUEZHonda1:32.774+1.296
19B SMITHAprilia Gresini1:32.833+1.518
20I LECUONATech3 KTM1:32.859+1.544
21S BRADLHonda1:32.861+1.546
22T RABATAvintia Ducati1:33.610+2.295

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube