Quartararo é liberado pelos médicos após queda, mas perde TL2 por conta de analgésicos

Fabio Quartararo foi examinado no centro médico de Phillip Island e declarado apto para voltar à pista. O #20, porém, não vai participar do TL2 por conta dos analgésicos que tomou em consequência da queda nos minutos finais do TL1

Fabio Quartararo vai desfalcar a SIC na segunda sessão de treinos para o GP da Austrália de MotoGP. O #20 foi liberado pelos médicos após ser examinado depois de uma queda no TL1, mas não vai entrar na pista por conta do uso de analgésicos.
 
Já nos instantes finais do treino desta manhã de sexta-feira (25), Quartararo sofreu uma queda na Siberia, a curva 6 de Phillip Island, e precisou ser retirado do local de maca, já que sentia dores na perna esquerda. Levado ao centro médico, Fabio passou por exames e foi considerado apto, mas não entrará na pista nesta tarde por conta do uso de analgésicos.
Fabio Quartararo caiu no fim do TL1 em Phillip Island (Foto: Reprodução)
Paddockast #39
O MELHOR SEM TÍTULO DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Depois da queda no TL1, Fabio foi levado ao centro médico para ser examinado, O raio-x não mostrou fraturas, mas ele passará por tratamento por conta de um hematoma no tornozelo esquerdo”, escreveu a SIC no Twitter. “Ele foi declarado apto, mas não participará do TL2 por conta dos analgésicos que lhe foram administrados. Vamos monitorar a condição dele e atualizar antes do TL3”, completou a equipe.

O GP da Austrália de MotoGP está marcado para o domingo, às 1h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.


 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube