Quartararo joga pressão pelo título no colo dos rivais: “Não estou em equipe de fábrica”

Francês lembrou que faz apenas a segunda temporada na MotoGP. O piloto da SRT Yamaha perdeu a liderança do Mundial no GP de Aragão e agora tem seis pontos de atraso para Joan Mir na classificação

Fabio Quartararo tratou de empurrar a pressão da disputa pelo título da MotoGP para o colo da concorrência. O piloto da SRT Yamaha lembrou que está apenas no segundo ano na categoria e que são os pilotos de fábrica que têm a responsabilidade de disputar a taça.

No último fim de semana, no GP de Aragão, Joan Mir virou o jogo e assumiu a liderança da classificação com 121 pontos, seis a mais do que Quartararo. Com quatro corridas pela frente em 2020, restam cem pontos em disputa, o que mantém 18 pilotos matematicamente vivos na disputa.

Fabio Quartararo jogou a pressão pelo título para a concorrência (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Os mais bem classificados, porém, são Mir, Quartararo, Maverick Viñales e Andrea Dovizioso, que estão separados por só 15 pontos, a menor margem após dez corridas desde a adoção do atual sistema de pontuação, em 1993. No top-4, Fabio é o único que não defende um time de fábrica.

“A pressão não está realmente em mim. Eu estava liderando o campeonato, mas a equipe nasceu só no ano passado, é meu segundo ano, não estou em equipe de fábrica”, apontou Quartararo. “No fim, a pressão está nos pilotos de fábrica. Sinto-me bem, foi só uma corrida com um problema técnico. Mas me sinto ok. Poderia ter sido pior”, avaliou, se referindo ao 18º lugar no MotorLand, resultante de um problema com a pressão do pneu dianteiro.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Teruel, 12ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Da rejeição ao conto de fadas: Álex Márquez cala críticos e mostra a que veio na MotoGP
FIM precisa de penas mais duras se quiser recuperar controle dos pilotos da Moto3
Morreu e foi substituída? Como Yamaha perde desempenho fácil e fracassa em Aragão
Contágio de Rossi e mais casos de Covid-19: como alerta vermelho já soa na MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube