Quartararo prega calma em dia de condições mistas na França para “evitar erros estúpidos”

O francês afirmou que evitou ir ao limite no primeiro dia de atividades em Le Mans para não cometer algo que pudesse ameaçar a conquista do título de 2020

Fabio Quartararo disse ter adotado cautela na sexta-feira de treinos para evitar erros desnecessários. Com condições mistas em Le Mans, o francês assumiu postura mais tranquila para não atrapalhar as chances de conseguir o título da MotoGP.

Os primeiros do GP da França da MotoGP aconteceram em clima bastante desfavorável. Durante a parte da manhã, a chuva se fez presente e o asfalto esteve totalmente molhado. Na parte da tarde, começou a secar, mas ainda estava úmido.

Portanto, o líder da classificação afirmou não ter dado o máximo para não correr o risco de levar uma queda e se colocar fora do combate do campeonato. O piloto fechou o dia com o 18º posto da tabela de tempos, ficando foram das posições que garantem vaga direta ao Q2.

“Tomei bastante cuidado nessas condições porque não são duas voltas no segundo treino que farão uma grande diferença no final de semana. Vocês viram o acidente de [Luca] Marini na curva 5 [no TL2 da Moto2] e aqui com Maverick [Viñales] havia uma grande diferença em termos de tempo de volta [entre nós]”, disse.

Fabio Quartararo, MotoGP 2020, GP da França, Treino
Fabio Quartararo evitou cometer erros que ameacem a liderança da MotoGP (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Então, nessas condições, quando é complicado e sabemos que o dia seguinte vai ser melhor, prefiro manter a calma, não cometer erros estúpidos. Foi o que fiz, realmente fui tranquilo e acho que isso foi bastante importante. Em condições assim você pode perder o campeonato muito fácil”, completou o piloto de 24 anos.

Nesta semana, a classe rainha realizou um teste coletivo para reconhecimento do traçado de Portimão. O competidor da Yamaha SRT preferiu ficar fora da atividade para mais uma vez evitar qualquer risco. Após ter dito que seu foco não era o caneco, mas sim conseguir pontos, a postura mostrou abordagem diferente. “Não diria que não estou pensando no campeonato”, falou.

“Acho que não preciso fazer coisas que possam tirar a chance de título. Vamos dizer que precisamos ser claros sobre nosso potencial, o temos para vencer o campeonato, então, no momento, estou encarrando uma corrida de cada vez”, continuou o piloto de Nice.

“Mas é verdade que nessas condições, prefiro não assumir muitos riscos que não valem a pena, pois, no fim, não preciso ir ao limite o tempo todo. Sei quando preciso r e acho que foi a maneira correta de pilotar. Foi um bom momento para mim, pois estava difícil. Sempre quero ser rápido e quero sair logo, mas foi um dia para ser mais calmo”, concluiu.

Atualmente, Quartararo aparece na primeira colocação da classificação com oito pontos de vantagem para Joan Mir, que ocupa a segunda posição.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da França, décima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube