Quartararo segura Rins e lidera segundo dia de testes no Catar. Zarco é sexto

Fabio Quartararo cravou 1min54s038 e garantiu a liderança do segundo dia de testes da MotoGP em Losail. 0s162 mais lento, Álex Rins ficou com o segundo tempo, com Maverick Viñales completando o top-3 deste domingo (23)

Fabio Quartararo ditou ritmo no segundo dia de testes da MotoGP no Catar. O #20 cravou 1min54s038 na melhor de suas 65 voltas e assegurou a liderança neste domingo (23) com 0s162 de vantagem para Álex Rins, o segundo colocado. Maverick Viñales ficou com o terceiro tempo.
 
Mais 0s217 atrás, Franco Morbidelli assegurou o quarto posto na tabela, 0s039 melhor que Francesco Bagnaia, o quinto. Com 1min54s565, Johann Zarco ficou com o sexto posto, 0s527 atrás do ponteiro.
 
Joan Mir ainda tentou melhorar na parte final da atividade, mas acabou caindo e ficou só em sétimo, 0s574 atrás de Quartararo. Andrea Dovizioso fez o oitavo tempo, com Valentino Rossi e Takaaki Nakagami completando um top-10 coberto por 0s721.
 
Melhor Aprilia, Aleix Espargaró fez a 11ª marca, seguido por Danilo Petrucci e Pol Espargaró. Marc Márquez sofreu uma queda neste domingo, mas escapou de maiores lesões. O #93, porém, não passou de 1min55s093 e ficou em 14º, 1s055 atrás de Fabio.
Fabio Quartararo (Foto: SIC)
Paddockast #49
RAÍ CALDATO: O ARTISTA PREFERIDO DE LEWIS HAMILTON

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Saiba como foi o segundo dia de testes da MotoGP em Losail:
 
Ao contrário do que aconteceu no primeiro dia em Losail, os pilotos entraram na pista mais cedo neste domingo (23). Passados os primeiros 30 minutos, Álex Rins e Fabio Quartararo já estavam na pista.
 
Com cerca de 2h de atividade, já eram 12 os competidores no traçado, com Quartararo no topo da tabela de tempos, à frente de Pol Espargaró. Um pouco mais tarde, Franco Morbidelli assumiu o comando da folha de tempos com 1min54s954. 

Sofrendo com ombro recém-operado, Marc Márquez teve uma pequena queda em Losail, mas escapou de lesões.
 
Com 1min54s462, Rins foi para a ponta, mas logo foi superado por um Danilo Petrucci 0s1 mais veloz. Antes das 17h, foi Maverick Viñales superou o #9 por 0s194 para liderar.
 
A liderança do #12, porém, não veio para ficar. 0s046 mais rápido, Joan Mir se colocou no topo da tabela. Minutos depois, Rins saltou para a segunda colocação, compondo uma dobradinha da Suzuki. 
 
Com pouco mais de 2h para o fim, Francesco Bagnaia passou 0s057 melhor que Mir e assumiu a ponta.
 
Cerca de 30 minutos depois, a liderança era de Quartararo, que tinha 1min54s038 como melhor tempo, 0s226 melhor que Viñales. Morbidelli formava um 1-2-3 da Yamaha, à frente de Bagnaia, Rins, Mir, Dovizioso, Rossi, Nakagami e Petrucci.
 
Perto da marca de 1h para o fim da atividade, Quartararo seguia no topo da tabela, 0s226 à frente de Viñales. Morbidelli vinha em terceiro, com Bagnaia, Rins, Mir, Dovizioso, Rossi, Nakagami e Petrucci fechando um top-10 coberto por 0s814.
 
Instantes depois, Aleix, em sua 26ª volta, assumiu a décima colocação, 0s724 atrás de Quartararo.
 
Mir, então, abriu um bom giro, mas caiu no trecho final do segundo setor de Losail. Rins, por outro lado, fechou uma boa volta e, com 1min54s200, saltou para o segundo posto, cortando a vantagem de Quartararo para 0s162. 
 
Johann Zarco também conseguiu melhorar e pulou para a sexta colocação, 0s527 mais lento que Quartararo. 

MotoGP, Catar, Losail, Teste coletivo, Dia 2:

1 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:54.038   52 65
2 A RINS Suzuki 1:54.200 +0.162 52 53
3 M VIÑALES Yamaha 1:54.264 +0.226 53 68
4 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:54.481 +0.443 55 70
5 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:54.520 +0.482 37 52
6 J ZARCO Avintia Ducati 1:54.565 +0.527 55 56
7 J MIR Suzuki 1:54.612 +0.574 23 52
8 A DOVIZIOSO Ducati 1:54.662 +0.624 36 60
9 V ROSSI Yamaha 1:54.740 +0.702 22 52
10 T NAKAGAMI LCR Honda 1:54.759 +0.721 30 43
11 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:54.762 +0.724 26 33
12 D PETRUCCI Ducati 1:54.852 +0.814 23 49
13 P ESPARGARÓ KTM 1:54.890 +0.852 25 54
14 M MÁRQUEZ Honda 1:55.093 +1.055 26 46
15 J MILLER Pramac Ducati 1:55.194 +1.156 11 42
16 T RABAT Avintia Ducati 1:55.352 +1.314 53 54
17 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:55.600 +1.562 20 53
18 I LECUONA Tech3 KTM 1:55.644 +1.606 45 53
19 Á MÁRQUEZ Honda 1:55.725 +1.687 22 48
20 B BINDER KTM 1:55.930 +1.892 19 57
21 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:56.178 +2.140 26 27
22 B SMITH Aprilia Gresini 1:56.407 +2.369 49 52

#GALERIA(10036)

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube