Queda não atrapalha, e Zarco coloca JiR na ponta da tabela de tempos no segundo treino em Aragón

Apesar de uma queda nos minutos finais do segundo treino livre em Aragón, Johann Zarco foi o mais rápido nesta tarde no MotorLand. Alex De Angelis ficou com o segundo tempo, à frente de Thomas Lüthi

► Fittipaldi negocia com Dorna para trazer MotoGP para Brasil na temporada de 2014

Johann Zarco colocou a JiR na ponta da tabela de tempos neste sexta-feira (28). O francês registrou 2min07s844 no melhor de seus 17 giros pelo MotorLand e fechou a atividade 0s290 à frente de Alex De Angelis, o segundo colocado. Thomas Lüthi completa a lista dos três primeiros colocados. 

Zarco assumiu a ponta ainda na parte intermediária da sessão e não teve grandes dificuldades para manter a primeira colocação. O piloto sofreu uma queda no fim da atividade e viu sua marca ser batida por Pol Espargaró, mas a direção de prova anulou a volta do espanhol já que ele não utilizou o traçado normal. O piloto da Pons ainda tentou uma nova volta, mas foi atrapalhado por Gino Rea e não conseguiu nada melhor que o 11º lugar.

Zarco não se feriu na queda em Aragón (Foto: MotoGP)

Rea, por outro lado, ficou com a quarta marca, à frente de Claudio Corti e Andrea Iannone. Julian Simon foi o sétimo, seguido por Xavier Simeon, que sofreu duas quedas nesta sexta-feira. Antony West e Marcel Schrotter completam a relação dos dez primeiros colocados.

Líder do Mundial, Marc Márquez ficou apenas na 13ª posição. O piloto da Catalunya chegou a liderar o exercício, mas sofreu uma queda em Aragón nos minutos finais e, apesar de não ter se ferido, não conseguiu baixar seu tempo de volta.

Eric Granado, que volta às pistas após perder o GP de San Marino por conta de uma lesão no ombro, deu apenas duas voltas na sessão. O brasileiro permaneceu nos boxes da JiR mais tempo que os demais pilotos e sofreu uma queda logo que entrou na pista. O piloto registrou seu tempo em 2min16s164 e fechou a sessão no 33º posto. 

Saiba como foi o segundo treino da Moto2 em Aragón:
 
Márquez foi o primeiro a aparecer na ponta da tabela de tempos. O piloto da Catalunya anotou 2min09s991, mas logo foi batido por De Angelis e Rea. Não demorou, Lüthi passou a ocupar a primeira posição. Zarco aparecia em segundo, seguido por De Angelis, Iannone, Simon, Schrotter, Márquez, Smith, Rea e Di Meglio. 
 
Com pouco menos de meia hora para o fim da sessão, Zarco colocou a JiR na primeira posição da folha de tempos ao anotar 2min08s053. De Angelis vinha na sequência, 0s081 atrás do francês.
 
Espargaró, que precisa da vitória neste fim de semana, aparecia apenas em 17º na primeira metade da sessão. Com pouco mais de dez minutos para o fim, aliás, Pol escapou da pista na curva 12, mas conseguiu evitar a queda.
 
Granado deixou os boxes da JiR nos minutos finais da atividade e sofreu uma queda sem consequências. Na sequência, foi seu companheiro de time quem se acidentou enquanto comandava a sessão. Zarco também não se feriu. 
 
Faltando cinco minutos para o fim do exercício, Johann liderava com 0s290 de vantagem para De Angelis. Lüthi vinha em terceiro, seguido por Rea, Iannone, Simon, Simeon, West, Schrotter e Espargaró. Márquez, que tinha a 12ª marca, também sofreu uma queda, mas conseguiu levantar a moto e se dirigir aos boxes da Catalunya. 
 
Perto da barreira de dois minutos para o fim, Pol cravou 2min06s350 e assumiu a ponta, 0s613 mais rápido que Schrotter, que também baixou a marca de Zarco. O tempo do piloto da Pons, entretanto, não foi validado, pois ele não seguiu o traçado normal. O mesmo aconteceu com Marcel, que também teve o tempo anulado.
 
Xavier Simeon, que já havia sofrido uma queda na sessão, caiu na curva 9 e deixou a pista visivelmente com dores. 
 
Espargaró ainda tentou ser mais rápido, mas foi atrapalhado por Rea e acabou fechando o treino com a 11ª colocação. Zarco manteve a ponta, seguido por De Angelis e Lüthi.

Moto2, GP de Aragón, MotorLand, 2º Treino Livre:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube