Queda não prejudica, e Martín fatura sétima pole na temporada 2017 da Moto3. Mir sai em sexto em Aragão

Nem mesmo uma queda em sua tentativa final foi capaz de tirar a pole-position de Jorge Martín. 0s358 mais lento, Enea Bastianini ficou em segundo, com Aron Canet completando a primeira fila

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Rei das poles em 2017, Jorge Martín não deixou nem mesmo uma queda atrapalhar sua caminhada rumo à ponta do grid. Na tarde deste sábado (23), o espanhol deixou a concorrência para trás e conquistou em Aragão o direito de puxar o pelotão pela sétima vez no ano.
 
O piloto da Gresini abriu o terço final da sessão na pole provisória e, em mais um daqueles finais confusos de sessão da Moto3, aguardou até o instante final para voltar à pista. Vindo em bom ritmo, o #88 sofreu uma queda e não conseguiu melhorar, mas mesmo assim ficou com a pole. 
Jorge Martín ficou com a pole em Aragão (Foto: Gresini)
0s358 mais lento, Enea Bastianini conseguiu o segundo posto, à frente de Arón Canet, que mostrou força ao longo de todo o fim de semana. Nicolò Bulega ficou a 0s526 do ponteiro e vai abrir a segunda fila.
 
Wild-card, Dennis Foggia conquistou a quinta colocação no grid, 0s016 à frente de Joan Mir, o líder do Mundial. John McPhee aparece na sequência, com Philipp Oettl, Tatsuki Suzuki e Marcos Ramírez completando o rol dos dez primeiros.
 
Última colocada no resultado combinado dos treinos livres, María Herrera se retirou o GP de Aragão de Moto3. A espanhola sucumbiu às dores resultantes de uma fratura na clavícula sofrida em Misano.
 
Saiba como foi o treino classificatório da Moto3 no MotorLand:
 
Confirmando a previsão do tempo, a chuva deu lugar ao sol, elevando consideravelmente a temperatura na pista de Teruel. Na hora da classificação da Moto3, os termômetros marcavam 21°C, com o asfalto chegando a 33°C. A velocidade do vento era de 10 km/h.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Fenati abriu a sessão no topo da tabela e precisou apenas de mais uma volta para baixar de 2min00s. Ainda assim, Bo Bendsneyder apareceu na sequência para roubar a ponta por uma margem de 0s023.
 
Ainda em sua primeira volta rápida, Martín cravou 1min59s259 abrindo mais de 0s6 de margem para Bendsneyder. Rapidamente, porém, os rivais reduziram a distância, com Di Giannantonio se colocando em segundo, a 0s063. Mir tinha o terceiro posto.
 
Na volta seguinte, Martín chegou a 1min59s125, mas viu Mir virar 0s341 melhor pouco depois de roubar a ponta. Canet também apertou o passo e se instalou em segundo.
 
Wild-card, Dennis Foggia teve um problema elétrico com a KTM no início da sessão e precisou ficar mais tempo nos boxes da VR46.
 
Enquanto isso, o também wild-card Jaume Masià saltou para a quarta posição, 0s35 mais lento que o tempo da pole provisória.
 
No momento do primeiro pit-stop, Mir tinha a pole provisória, com Canet, Martín, Bastianini, Di Giannantonio, Rodrigo, Bezzecchi, Sasaki, Masià e Migno completando o top-10.
Com cerca de 15 minutos para o fim da sessão, Bulega chegou a 1min58s980 e assumiu a terceira colocação, 0s196 atrás do líder. Martín vinha na sequência, à frente de Fenati e Bastianini.
 
Na sequência, foi Norrodin quem melhorou. O malaio subiu para o sexto posto, 0s393 mais lento que Mir.
 
Canet, então,cravou 1min58s516 e assumiu a ponta ao superar Mir por 0s268, mas ficou pouco por lá, já que Martín foi 0s336 melhor e ficou com a pole provisória.
 
Na passagem seguinte, Martín alcançou 1min58s067, se afastando 0s449 de Canet, o segundo colocado. Mir, Bastianini e Bulega vinham na sequência.
A queda de Martín (Foto: Reprodução)
Com pouco mais de oito minutos para o fim, os boxes voltaram a ganhar em movimentação. O top-10 tinha Martín, Canet, Mir, Bastianini, Bulega, Fenati, Norrodin, Di Giannantonio, Rodrigo e Migno.
 
Como tem acontecido nas últimas etapas, os pilotos demoraram bastante a sair e a pista só ficou movimentada quando restava pouco mais de 2min30s para o fim.
 
Com poucos segundos no cronômetro, um enorme pelotão rodava lento pela pista ao invés de tentarem uma volta rápida.
 
Dono da pole provisória, Martín deixou os boxes em cima do laço, mas conseguiu abrir uma volta rápida. O espanhol vinha em bom ritmo, mas caiu em meados do giro. Na sequência, outros pilotos foram ao chão no mesmo ponto. Foram eles Adam Norrodin, que levou junto consigo Joan Mir, Andrea Migno, Juanfran Guevara e Fabio Di Giannantonio.
 

#GALERIA(7195)

Moto3, GP de Aragão, MotorLand, classificação:

1 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda 1:58.067  
2 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:58.425 +0.358
3 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:58.516 +0.449
4 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM 1:58.593 +0.526
5 10 DENNIS FOGGIA ITA VR46 KTM 1:58.768 +0.701
6 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda 1:58.784 +0.717
7 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda 1:58.813 +0.746
8 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 1:58.961 +0.894
9 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda 1:58.976 +0.909
10 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM 1:58.985 +0.918
11 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 1:59.165 +1.098
12 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA Mahindra 1:59.167 +1.100
13 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda 1:59.177 +1.110
14 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda 1:59.271 +1.204
15 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda 1:59.321 +1.254
16 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM 1:59.360 +1.293
17 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra 1:59.379 +1.312
18 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM 1:59.390 +1.323
19 15 JAUME MASIA ESP CUNA DE CAMPEONES KTM 1:59.392 +1.325
20 64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO 1:59.505 +1.438
21 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra 1:59.513 +1.446
22 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra 1:59.535 +1.468
23 23 NICCOLÒ ANTONELLI ITA RED BULL KTM AJO 1:59.697 +1.630
24 75 ALBERT ARENAS ESP ASPAR Mahindra 1:59.706 +1.639
25 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot 1:59.813 +1.746
26 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra 1:59.819 +1.752
27 37 AARON POLANCO ESP KIEFER Honda 1:59.833 +1.766
28 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda 1:59.849 +1.782
29 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM 1:59.861 +1.794
30 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda 2:00.205 +2.138
31 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda 2:00.953 +2.886
32 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot 2:01.261 +3.194
33 6 MARÍA HERRERA ESP ARGIÑANO & GINÉS KTM sem tempo  
             
RECORDE NICCOLÒ ANTONELLI ITA ONGETTA Honda 1:58.726 153.9 km/h
MELHOR VOLTA ENEA BASTIANINI ITA GRESINI Honda 1:57.755 155.2 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 22ºC | pista: 34ºC

’SOLDADINHO’ DA PENSKE?

CASTRONEVES TEM FALTA DE TÍTULO COMO MANCHA NA CARREIRA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube