Rins cutuca Marc Márquez por retorno após cirurgia: “Talvez a lesão não fosse tão séria”

O espanhol da Suzuki não fez parte do time dos que se impressionou com a volta do hexacampeão dois dias após ter passado pela sala de operações

LEIA TAMBÉM
SUPER-HERÓIS DE CARNE E OSSO: os retornos mais impressionantes do Mundial

Álex Rins mostrou não ter ficado impressionado com o precoce retorno de Marc Márquez para o GP da Andaluzia. O piloto da Suzuki apontou que para ter voltado tão rapidamente, talvez a lesão sofrida pelo espanhol não foi tão séria quanto o imaginado.

O hexacampeão protagoniza a grande história do fim de semana andaluz. Na primeira etapa, também em Jerez, sofreu uma forte queda com três voltas para o fim, quando vinha em prova de recuperação e era o terceiro. O desfecho foi bastante doloroso: uma fratura no úmero do braço direito causado pelo pneu de sua RC213V.

Na sequência, o andar das coisas foi uma montanha-russa para o #93. No domingo, 12 horas de observação. Na segunda-feira, viajou para Barcelona. Na terça-feira, foi operado por Dr. Xavier Mir. Na quinta-feira, voltou para Jerez, passou por exames físicos e foi liberado pelos médicos para correr.

Marc Márquez é a grande história do final de semana (Foto: Repsol)

Mas se muitos admiraram a ousadia e desejo do espanhol em rapidamente retornar, Rins ficou no grupo dos pouco emocionados. “Acho que a lesão não era tão séria se volta para a pista poucos dias após a operação. Apesar disso, veremos se pode correr ou não”, falou em coletiva de imprensa.

“Vocês falam muito sobre Marc porque venceu muito e estamos aqui para tentar batê-lo”, concluiu o piloto de 24 anos.

Vale lembrar que Marc não é o único piloto a desafiar lesões neste final de semana. O próprio Álex se recupera de um ombro deslocado, enquanto Cal Crutchlow também foi operado há poucos dias por conta de uma fratura no punho direito.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Andaluzia, segunda etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube