Rins lamenta “acidente estranho” em Assen: “Tinha ritmo para brigar pela vitória”

Álex Rins sofreu uma queda quando liderava o GP da Holanda do domingo. Ainda na terceira volta da disputa, o titular da Suzuki acabou indo ao chão, fato que lamentou, já que acreditava poder brigar pela vitória com Maverick Viñales

Álex Rins sofreu um verdadeiro golpe de má sorte no GP da Holanda. Quando liderava a prova em Assen, acabou sofrendo uma queda e abandonando, fato que lamentou, já que acredita que poderia brigar pelo degrau mais alto do pódio.
 
O titular da Suzuki largou da primeira fila do grid holandês. Assim que a disputa foi liberada, o #42 deu o bote em cima de Fabio Quartararo para assumir a liderança da corrida. Entretanto, pouco duraria, já que no terceiro giro foi ao chão.
 
Ao comentar o fato, o espanhol lamentou, já que acreditava ter bom ritmo durante todo o final de semana. “Foi uma pena porque – e eu chequei os dados, fizemos um pouco mais de ‘wheelie’ na curva anterior, na curva 8. Então, tentei brecar no mesmo ponto que no quarto treino ou warm-up, e perdi completamente a dianteira”, apontou.

Álex Rins caiu quando liderava em Assen (Foto: Reprodução)

“Com certeza acho que o vento [teve papel], pois estava na minha cara. Após o ‘wheelie’, a frente estava no chão. Então isso [não] é um problema, mas e então freei no mesmo ponto e tive uma queda estranha”, seguiu.
 

“Freei um pouco mais tarde do que o normal, mas não 10 metros mais tarde, apenas um pouco mais. Essa é a MotoGP, você precisa frear no mesmo ponto, acelerar, retomar a moto, ir com tudo”, completou.
 
“Foi uma pena, pois estou convencido de que nosso ritmo era bom o suficiente para seguir Maverick [Viñales] e brigar pela vitória ou segunda colocação. De qualquer maneira, esse é o resultado. Fiz um bom final de semana, e também [Joan] Mir, classificando muito bem”, emendou.
 
“Cometeu alguns erros na corrida, mas como disse, é uma pena porque éramos capazes de conseguir um bom resultado. Perdemos a chance de vencer com certeza. Nosso ritmo era bom. Agora nunca saberemos se venceríamos ou não, se iria bater ou não Maverick”, encerrou.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube