MotoGP

Rodrigo conta com sorte, domina classificação e é pole da Moto3 na Catalunha. Canet é 5º

Gabriel Rodrigo contou com a sorte para cravar a pole-position para o GP da Catalunha de Moto3. Com 1min48s450 na melhor de suas cinco voltas nesta tarde de sábado (15), o argentino vai puxar o grid, dividindo a primeira fila com Ai Ogura e Tony Arbolino

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Gabriel Rodrigo contou com a sorte neste sábado (15). Mesmo tendo cometido um erro tático no momento decisivo da classificação, o #19 não teve rivais e encerrou um jejum de poles na Moto3 que vinha desde o GP do Japão do ano passado. 
 
Flertando com a ponta desde os treinos livres, Rodrigo foi o primeiro a ocupar a pole provisória na tarde deste sábado com a marca de 1min48s450. O argentino permaneceu no topo da tabela durante toda a primeira metade do Q2, mas, depois da rodada de pit-stops, as coisas começaram a esquentar. 
 
Rodrigo saiu dos boxes tarde demais e viu a bandeira quadriculada antes de poder fazer uma nova volta rápida. Os demais, porém, tinham tempo de sobra para tentar bater o piloto da Gresini e as parciais vermelhas se espalhavam por todas as partes.
Gabriel Rodrigo (Foto: Gresini)
Mas, apesar do erro tático, Rodrigo não teve adversários, apenas viu sua margem cair. Com o 1min48s450 estabelecido na primeira volta rápida, Gabriel ficou com a pole, 0s021 à frente de Ai Ogura. Tony Arbolino completa a pole.
 
0s332 atrás do líder, Tatsuki Suzuki abre a segunda fila, 0s014 melhor que Arón Canet, o líder do Mundial. Albert Arenas aparece na sequência, escoltado por Alonso López e Jaume Masià.
 
Lorenzo Dalla Porta sofreu uma queda no Q2 e vai largar em nono, com John McPhee fechando o rol dos dez melhores no grid de Montmeló.
 
Primeiro entre os pilotos na zona de corte do Q1, Kazuki Masaki vai largar em 19º, à frente de Can Öncü, Ryusei Yamanaka, Romano Fenati, Ayumu Sasaki e Dennis Foggia. Celestino Vietti sofreu uma queda nos minutos finais da primeira fase da classificação e vai sair apenas em 25º.

Algumas horas após o final da classificação, a menor das classes viu um verdadeiro festival de punições em seu grid. Nicolò Antonelli, Dennis Foggia, Kazuki Masaki, Filip Salac, Andrea Migno e Jaume Masià perderam 12 posições cada por estarem pilotando de forma perigosa na pista. Enquanto isso, Vicente Perez perde seis colocações por esperar, intencionalmente, outros pilotos para segui-los.
 
O GP da Catalunha de Moto3 está marcado para o domingo, às 6h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.

Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



Suzuki brilha no fim e avança ao Q2 com Migno, Arenas e Ogura
 
A Moto3 foi a primeira das três classes a ir para a pista para a classificação. No momento da tomada de tempos, o tempo estava firme e o calor se fazia presente, com o termômetro atingindo os 28ºC e o asfalto batendo 47ºC.
 
Quando a bandeira verde tremulou no circuito catalão, foram para a pista aqueles pilotos que teriam que brigar pelas quatro últimas vagas para avançar ao Q2, a fase final da classificação.
 
Com as primeiras voltas rápidas sendo concluídas, os tempos começavam a pipocar na tabela. O primeiro nome a aparecer no topo foi Yamanaka, com 1min50s237. Ogura, Suzuki e Vierge eram os pilotos que vinham logo depois.
 
Mas o tempo do antigo ponteiro logo seria batido. Cravando 1min49s793, o novo primeiro colocado era Masaki, com Sasaki, Ogura e Suzuki também garantindo vagas para disputar a pole-position.
 
Restavam ainda cinco minutos no cronômetro da sessão e as coisas seguiam mudando em Barcelona. Fenati anotou 1min49s735 e se catapultou para a ponta com um respiro de 0s218 para o segundo colocado.
 
Mas a liderança do italiano não duraria muito tempo, pois Ogura completou uma volta voadora de 1min49s407 para ficar no topo. Masaki, Fenati e Arenas também garantiam vagas para o Q2.
 
Então, no último suspiro da fase inicial, Suzuki tratou de cravar 1min48s970 para saltar para a ponta e ficar lá. Migno, Arenas e Ogura também avançam ao Q2. Kornfeil e Vietti ainda se tocaram na bandeira quadriculada, com o segundo indo ao chão.

Rodrigo domina classificação para alcançar primeira pole de 2019
 
Saída autorizada, Suzuki, Migno, Arenas e Ogura se juntaram a Canet, Antonelli, Rodrigo, Fernández, Yourchenko, Masià, Garcia, López, Ramírez, Dalla Porta, Arbolino, Tatay, Binder e McPhee.
 
Com cinco minutos completados, Rodrigo era quem sustentava a pole provisória com 1min48s450. Com 0s346 de atraso, vinha Canet na segunda colocação. Arenas, Dalla porta e Arbolino fechavam o top-5.
 
Restavam ainda seis minutos para a bandeira quadriculada e Gabriel ainda era o piloto a ser batido na sessão. Naquele ponto, todos estavam nos boxes para o último ajuste antes do ataque final.

Então, no encerramento da sessão, os competidores deixaram os boxes para suas últimas voltas rápidas. A primeira fila provisória era composta por Rodrigo, Canet e López, com Arbolino, Arenas e Dalla Porta fechando a linha 2.
 
Bandeira tremulando em Barcelona e Rodrigo não conseguiu dar uma última volta, ficando com 1min48s450. Enquanto isso, Dalla Porta acabou sofrendo uma queda, com Antonelli e Binder também envolvidos.
 
Com a classificação encerrada, Gabriel Rodrigo alcançou sua primeira pole-position de 2019. Ogura melhorou seu último giro para garantir o segundo posto, enquanto Arbolino fechava a primeira fila. Suzuki e Canet completam o top-5.

Moto3 2019, GP da Catalunha, Barcelona, Grid de largada:

1 G RODRIGO Gresini KTM 1:48.450    
2 A OGURA Asia Honda 1:48.471 +0.021  
3 T ARBOLINO Snipers Honda 1:48.764 +0.314  
4 T SUZUKI SIC58 Honda 1:48.782 +0.332  
5 A CANET MAX KTM 1:48.796 +0.346  
6 A ARENAS Ángel Nieto KTM 1:48.809 +0.359  
7 A LÓPEZ Estrella Galicia 0,0 Honda 1:49.072 +0.622  
8 L DALLA PORTA Leopard Honda 1:49.300 +0.850  
9 J MCPHEE SIC HONDA 1:49.454 +1.004  
10 M RAMÍREZ Leopard Honda 1:49.588 +1.138  
11 S GARCIA Estrella Galicia 0,0 Honda 1:49.700 +1.250  
12 M YURCHENKO RBA KTM 1:49.769 +1.319  
13 R FERNANDEZ Ángel Nieto KTM 1:49.830 +1.380  
14 D BINDER CIP KTM 1:51.429 +2.979  
15 C TATAY Fundación Andrea Pérez 77 KTM      
16 C ÖNCÜ Red Bull KTM Ajo 1:49.660 +1.210  
17 R YAMANAKA Estrella Galicia 0,0 Honda 1:49.675 +1.225  
18 R FENATI Snipers Honda 1:49.735 +1.285  
19 A SASAKI SIC HONDA 1:49.782 +1.332  
20 J MASIÀ Worldwide KTM 1:49.079 +0.629 P+12
21 C VIETTI VR46 KTM 1:49.878 +1.428  
22 J KORNFEIL Prüstel KTM 1:49.971 +1.521  
23 A MIGNO Worldwide KTM 1:49.561 +1.111 P+12
24 K TOBA Asia Honda 1:50.197 +1.747  
25 R ROSSI Gresini Honda 1:50.600 +2.150  
26 T BOOTH-AMOS CIP KTM 1:51.758 +3.308  
27 N ANTONELLI SIC58 Honda     P+12
28 K MASAKI RBA KTM 1:49.625 +1.175 P+12
29 V PEREZ Avintia KTM 1:51.032 +2.582 P+6
30 D FOGGIA VR46 KTM 1:49.783 +1.333 P+12
31 F SALAC Prüstel KTM 1:51.578 +3.128 P+12
           
REC J MASIÀ Worldwide KTM 1:49.005 152.8 km/h  
MV A CANET MAX KTM 1:48.433 153.6 km/h  
           
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 27ºC | pista: 48ºC  

 



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.