Fenati afasta rivais, confirma domínio e é pole na Moto3 em Silverstone. Acosta é 22º

Romano Fenati parece inalcançável no fim de semana do GP da Grã-Bretanha na Moto3. Líder em todos os treinos, o italiano comprovou a boa fase e fez a pole-position, superando Gabriel Rodrigo na última tentativa

Fabio Quartararo caiu e saiu mancando após acidente no segundo treino livre (Vídeo: Reprodução/Fox Sports)

Romano Fenati mostrou que está em outro patamar no GP da Grã-Bretanha. Depois de liderar todos os treinos livres, o italiano achou uma grande volta no minuto final da classificação e fez a melhor volta em 2min11s325 para superar Gabriel Rodrigo e ficar com a pole-position em Silverstone.

Rodrigo, que passou pelo Q1, achou uma grande volta e ficou apenas 0s043 atrás de Fenati. Ricardo Rossi foi uma das grandes surpresas do treino e fecha a primeira fila do grid, em terceiro.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Romano Fenati dominou todos os treinos do GP da Grã-Bretanha (Foto: Divulgação/MotoGP)

WEB STORY
Fatos e curiosidades do GP da Grã-Bretanha de MotoGP

Andrea Migno ficou em quarto, seguido por Niccolò Antonelli. Filip Salac foi o sexto, com Jeremy Alcoba, Dennis Foggia, Deniz Öncü e Jaume Masià completando o top-10 no circuito inglês.

Os dois líderes do campeonato, porém, tiveram um dia para esquecer. Pedro Acosta vai largar apenas em 22º, enquanto Sergio García caiu no Q1 e ficou apenas com a 24ª melhor marca da classificação.

A largada do GP da Grã-Bretanha de Moto3, em Silverstone, está marcada para as 7h20 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Rodrigo avança ao Q2 com Tatay, Salac e Guevara. Acosta não passa

O sábado em Northamptonshire começou com céu parcialmente nublado, mas sem ameaça de chuva. Ao menos durante a classificação da Moto3. Quando a sessão começou, os termômetros mediam 18°C, com o asfalto chegando a 27°C. A umidade relativa do ar era de 65%, com o vento soprando a 13 km/h.

Filip Salac começou a sessão no topo da tabela, com 2min12s321, 0s118 melhor que Gabriel Rodrigo. Alberto Surra e Adrián Fernández formavam o top-4, com Pedro Acosta provisoriamente 0s014 abaixo da linha de corte da fase seguinte.

Rivais pelo título, Pedro Acosta e Sergio García tiveram de passar pelo Q1 (Vídeo: MotoGP)

No giro seguinte, Rodrigo tomou a liderança ao anotar 2min11s713, 0s412 melhor que Carlos Tatay, que era agora o segundo. Salac caiu para terceiro, à frente de Fernández.

Ainda no início da sessão, Ryusei Yamanaka deu uma errada na curva 8, escapou da pista e tombou. O piloto da Prüstel levantou rápido e voltou para a pista, mas seguiu em direção aos boxes.

Enquanto isso, Izán Guevara assumiu a quarta colocação, colocando Adrián Fernández 0s077 fora da zona de classificação para a fase final do treino que define o grid de largada da Moto3.

Pouco depois, com cerca de cinco minutos para o fim, Sergio Garcia caiu na Maggotts, a curva 3 de Silverstone, ao perder a frente da Aspar. O piloto precisou correr um bocado para alcançar a GasGas, que tinha escorregado pela área de escape, mas não adiantou muito, já que a moto não parecia funcionar perfeitamente.

Sergio García caiu na reta final do Q1 em Silverstone (Vídeo: MotoGP)

Com pouco mais de um minuto para o fim, Kaito Toba caiu na curva 16 e coletou Yuki Kunii, causando uma bandeira amarela no setor 4 por causa de quedas, o que acabou por barrar melhoras mais expressivas na tabela.

Com o cronômetro zerado, García melhorou para a décima colocação, mas muito distante de avançar para a fase seguinte.

Assim, Rodrigo, Tatay, Salac e Guevera avançam ao Q2. Adrián vai largar em 19º, à frente de Yamanaka e Surra. Líder do Mundial, Pedro Acosta será apenas 22º, seguido por Kunii, García, Xavier Artigas, Kaito Toba e Max Kofler.

Fenati ratifica domínio e crava pole em Silverstone

A etapa final da classificação começou com condições climáticas muito similares, o que fornecia condições perfeitas para a briga pela pole.

Como tradicionalmente acontece na Moto3, os pilotos foram rodando lentos, esperando vácuo de alguém mais rápido. Os comissários da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) teriam de dar uma olhada no comportamento dos jovens rapazes.

O comportamento duvidoso que é uma constante na classificação da Moto3 (Vídeo: MotoGP)

Assim como no Q1, Rodrigo foi o primeiro a ocupar a liderança, agora com 2min11s588, 0s479 melhor que Jeremy Alcoba. Andrea Migno tinha o terceiro tempo seguido por Dennis Foggia e Deniz Öncü.

Dominante ao longo do fim de semana, Romano Fenati adiou a saída dos boxes, mas não conseguiu se livrar da sombra de vários competidores, que alinharam atrás dele para tentar aproveitar a referência.

Enquanto isso, Niccolò Antonelli saltou para segundo, 0s127 atrás de Rodrigo. Salac era o terceiro, seguido por Foggia, Alcoba, Migno, Öncü, Stefano Nepa, Jaume Masià e Tatay.

Antes de completar volta, Fenati voltou aos boxes para se livrar dos adversários, mas foi seguido por Lorenzo Fellon. Romano não conseguiu se livrar do francês, se irritou, mas viu o piloto da Ongetta cair na Luffield, a curva 17, com pouco menos de 4 minutos para o final.

Na ponta da tabela, Rodrigo melhorou para 2min11s368 e manteve a pole provisória, agora 0s154 melhor que Riccardo Rossi, o segundo. Antonelli era terceiro, diante de Salac.

Romano Fenati perdeu a paciência com Lorenzo Fellon (Vídeo: MotoGP)

Pouco depois, Ayumu Sasaki caiu na curva 7, provocando uma bandeira amarela no setor, o que podia atrapalhar a tentativa de Fenati de confirmar o domínio mostrado em Silverstone ao longo de todo o fim de semana.

O piloto de Max Biaggi, aliás, teve a volta cancelada por ter extrapolado os limites da pista e, no minuto final do Q2, estava junto com John McPhee, Fellon, Tatsuki Suzuki e Darryn Binder na lista de pilotos que ainda não tinham marcado tempo.

Com 2min11s590, Andrea Migno saltou para terceiro, 0s222 atrás do líder. Antonelli caiu para quarto, mas ainda vinha em volta.

Na última chance, Fenati foi a 2min11s325 para tomar a pole de Rodrigo por 0s043. Rossi vai completar a primeira fila.

LEIA TAMBÉM
Fim triste mostra que relação entre Viñales e Yamaha deveria ter acabado antes
Binder arrisca na chuva e encerra jejum de um ano com vitória corajosa na Áustria
De pódio à suspensão: Yamaha vai do céu ao inferno na rodada do Red Bull Ring
Suzuki põe atualizações para funcionar, e Mir ganha fôlego. Rins ainda titubeia
Bagnaia mostra força em briga por título, mas precisa encontrar primeira vitória
Zarco cai em momento crucial da temporada e se afasta da briga pelo título
WEB STORY: Sete vencedores em 11 GPs: um retrato da temporada 2021 da MotoGP

Moto3 2021, GP da Grã-Bretanha, Silverstone, Classificação:

1R FENATIMAX Husqvarna2:11.325 
2G RODRIGOGresini Honda2:11.368+0.043
3R ROSSIRBA KTM2:11.522+0.197
4A MIGNOSnipers Honda2:11.590+0.265
5N ANTONELLIAvintia KTM2:11.715+0.390
6F SALACPrüstel KTM2:11.803+0.478
7J ALCOBAGresini Honda2:11.850+0.525
8D FOGGIALeopard Honda2:11.885+0.560
9D ÖNCÜTech3 KTM2:12.391+1.066
10J MASIÀRed Bull KTM Ajo2:12.512+1.187
11I GUEVARAAspar KTM2:12.535+1.210
12S NEPAAspar KTM2:12.591+1.266
13T SUZUKISIC58 Honda2:12.705+1.380
14C TATAYAvintia KTM2:12.927+1.602
15J MCPHEESIC Honda2:13.074+1.749
16D BINDERSIC Honda2:13.643+2.318
17A SASAKITech3 KTM2:14.265+2.940
18L FELLONSIC58 Honda2:15.144+3.819
19A FERNÁNDEZMAX Husqvarna2:12.439+1.114
20R YAMANAKAPrüstel KTM2:12.625+1.300
21A SURRASnipers Honda2:12.695+1.370
22P ACOSTARed Bull KTM Ajo2:12.708+1.383
23Y KUNIIAsia Honda2:12.921+1.596
24S GARCIAAspar KTM2:13.017+1.692
25X ARTIGASLeopard Honda2:13.186+1.861
26K TOBACIP KTM2:13.236+1.911
27M KOFLERCIP KTM2:13.952+2.627

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar