Rossi admite erro em lance com Rea em Aragón e vê sinais positivos no desempenho da GP12

Valentino Rossi assumiu a culpa por incidente com Jonathan Rea no início do GP de Aragón e disse que, sem problema, poderia ter lutado pelo sexto lugar. Italiano, no entanto, vê sinais positivos na GP12

 

► Confira a classificação da MotoGP após a etapa de Aragón
► Veja as melhores imagens do Mundial de Motovelocidade em Aragón neste domingo

Valentino Rossi assumiu a responsabilidade por um lance com Jonathan Rea ainda no início do GP de Aragón. Na prova do último domingo (30), o piloto da Honda acabou empurrando o italiano para fora pista. O titular da Ducati seguiu reto e despencou para a última colocação, iniciando uma prova de recuperação. 

 
Após a disputa, Rossi admitiu o erro com o substituto de Casey Stoner e disse que, sem o incidente, poderia ter lutado pelo sexto posto com Álvaro Bautista.
Rossi espera Ducati mais competitiva na etapa do Japão (Foto: Ducati)
“Foi uma pena o erro na primeira volta. Eu era um pouco mais rápido que Rea e quando nos encontramos na reta, ele freou um pouco mais cedo e eu fui para a direita”, explicou. “Ele não podia me ver e me empurrou para perto da zebra e fui reto para evitá-lo. Eu deveria ter ido por dentro, não por fora”, falou. 
 
“Sem esse incidente, acho que poderia ter lutado com Bautista pelo sexto posto, que era o nosso potencial nesta pista hoje”, avaliou. “Na verdade, as coisas foram melhores na corrida do que no treino, quando sofremos muito com a aceleração, tanto no seco como no molhado. Fizemos algumas mudanças depois do warm-up e isso nos ajudou a manter um ritmo decente em toda corrida, sem gastar muito os pneus”, continuou. 
 
Apesar do oitavo lugar no Motorland, Valentino vê sinais positivos no desempenho da GP12. O multicampeão ressaltou que Aragón foi provavelmente a pista mais complicada para o time nesta fase final do Mundial e espera ser mais competitivo no Japão. 
 
“É um sinal positivo, considerando que também conseguimos fazer isso em Misano”, opinou. “Ainda temos muito trabalho a fazer, mas também é verdade que esta provavelmente foi a pista mais difícil para nós entre aquelas que restam no calendário, então nós esperamos ser mais competitivos em Motegi em duas semanas”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube