carregando
MotoGP

Rossi admite que adiamento da temporada “bagunçou plano” para definir futuro

Ainda com o futuro na MotoGP indefinido, Valentino Rossi reforçou a ideia de esperar as primeiras corridas da temporada para definir sequência da carreira. Início do campeonato segue indefinido por conta da pandemia de coronavírus

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A pandemia de coronavírus não abalou somente o calendário da MotoGP. Com o futuro ainda indefinido, Valentino Rossi reconheceu que o adiamento do campeonato também “bagunçou” seus planos.
 
Aos 41 anos, Rossi ainda não sabe se seguirá na classe rainha do Mundial de Motovelocidade em 2021. O #46 vai deixar a Yamaha ― onde será substituído por Fabio Quartararo ―, mas tem a opção de seguir no grid com amparo total da marca dos três diapasões.
 
Rossi, porém, já tinha afirmado que gostaria de esperar as primeiras corridas do ano para tomar uma decisão, mas, agora, o prazo para que o italiano faça sua escolha ficou ainda mais apertado.
Valentino Rossi (Foto: Reprodução)
Paddockast #54
NO ANO DA DANÇA DAS CADEIRAS, QUEM DEVE FICAR SEM CONTRATO


Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Isso bagunçou o meu plano. Teremos de entender quando poderemos voltar a correr”, disse Rossi à emissora italiana Sky Sports. “[O adiamento] parece que será longo, porque também cancelaram o Campeonato Europeu de Futebol. Então acho que será difícil antes de julho”, seguiu.
 
“Em relação à minha escolha, eu esperava poder decidir se continuo depois da primeira parte da temporada, mas agora tudo mudou”, comentou. “Eu gostaria de ter algumas corridas para entender se posso ser competitivo. Isso seria importante”, ressaltou. 
 
Com tantos adiamentos, difícil imaginar como será a temporada 2020. Rossi considerou que a ideia de ter rodadas duplas é “interessante”, mas acredita que as 13 etapas exigidas pelo acordo entre FIM (Federação Internacional de Motociclismo) e Dorna será “suficiente”.
 
“Este ano, o importante será fazer o máximo de corridas possível”, comentou. “Não estou dizendo que é fundamental fazer 19 corridas. As rodadas duplas da Superbike seriam interessantes, mas o mínimo para tornar o campeonato válido são 13. Talvez seja o suficiente fazer essas bem e manter o atual formato”, opinou.
 
“Vamos ver o que [Carmelo] vai decidir, mas, acima de tudo, temos de ver o que o vírus vai decidir”, concluiu.
 



COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.