MotoGP

Rossi assume decepção após quedas nas duas corridas finais do ano: “Um sentimento de merda”

Valentino Rossi foi sincero ao ser questionado sobre ter sofrido quedas nas duas etapas da temporada 2019 da MotoGP, em Valência e na Malásia. para o italiano, o sentimento é único - e péssimo
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Valentino Rossi (Foto: Yamaha)

Na penúltima etapa da temporada 2019 da MotoGP, Valentino Rossi tinha boas chances de vitória na Malásia, mas caiu; já na corrida derradeira, no último domingo, nova queda, agora na parte final da corrida. Longe de ser o final de ano ideal, restou ao italiano lamentar e assumir a decepção.

Foi o que o piloto da Yamaha fez nesta segunda-feira, um dia depois do encerramento da MotoGP em 2018. Mesmo garantindo a  terceira colocação à frente de Maverick Viñales, companheiro de equipe, ele mostrou infelicidade com as duas últimas etapas.

"É um sentimento de merda, é muito ruim", afirmou. "Infelizmente nesse ano eu não fui capaz de vencer, mas nas duas últimas corridas estive bem perto, tanto no seco como no molhado."
Valentino Rossi (Foto: Divulgação/MotoGP)
"É uma vergonha. Eu peço desculpas pois a gente precisava deste pódio, eu precisava também, a Yamaha também", seguiu.

Rossi ainda voltou à pista em Valência e terminou a corrida em 13°: "Eu cometi um erro e mesmo olhando para os dados não sei bem o que ocorreu. Foi parecido com o que ocorreu na Malásia, eu perdi a traseira da moto. Acho que temos que prestar mais atenção nas voltas finais com os pneus porque eles se desgastaram muito."

"Sinto muito, mas de qualquer maneira foi um bom domingo, uma boa corrida, porque eu estava competitivo nesse final de temporada. Não tive bons resultados mas lutei por vitória, é um bom sentimento. Quando você briga por vitória é algo positivo", finalizou Rossi.