Rossi ataca e diz que Márquez ajudou Lorenzo na corrida em Phillip Island: “Ele preferiria que o Jorge fosse campeão”

Valentino Rossi botou mais fogo na briga pelo título da temporada 2015 da MotoGP. O italiano reclamou que Marc Márquez correu em Phillip Island não pensando apenas em vencer, mas em ajudar Jorge Lorenzo na disputa pelo caneco

Valentino Rossi apimentou ainda mais a briga doméstica da Yamaha pelo título da temporada 2015 da MotoGP. Nesta quinta-feira (22), o italiano afirmou que Marc Márquez correu em Phillip Island não pensando apenas na vitória, mas em também ajudar o compatriota Jorge Lorenzo. Márquez e Lorenzo se defenderam e ironizaram o heptacampeão que garantiu que Márquez preferiria ver Lorenzo campeão.
 
O italiano começou afirmando que, ao rever a prova, teve a clara impressão de que Márquez correu o tempo todo ajudando Lorenzo.
 
“Foi bastante interessante. Se nós tivermos outra corrida assim, teremos de conversar com Márquez. Durante a corrida, não estava fácil de perceber, mas, vendo depois, ficou claro que ele participou muito da prova, mais do que apenas para vencer”, disse.
 
Para Rossi, Márquez está pensando na marca de títulos alcançada por Rossi.
 
“Ele preferiria que Lorenzo vencesse. Claramente está competindo comigo. Eu quero vencer o máximo de títulos possível e, se ganhar mais um, ele sabe que vai precisar de mais um campeonato para me superar. Se der Jorge, eles vão ter praticamente a mesma quantidade”, afirmou.
 
Rossi completou a reclamação explicando que, em sua visão, Márquez se preocupou em vencer e fazer Lorenzo chegar em segundo.
 
“Eu acho que a meta dele não era só vencer, mas também ajudar Lorenzo a chegar o mais na frente possível e tirar o máximo de pontos para mim. Olhando para a prova de Phillip Island, está bem claro que Jorge tem um novo apoiador e ele é Marc”, falou.
Valentino Rossi reclamou que Márquez ajudou Lorenzo na briga pelo título (Foto: Yamaha)
Márquez se defendeu e lembrou que ultrapassou Lorenzo na última volta.
 
“É óbvio que não. Eu fiz a minha corrida e só. Se eu quisesse ajudar o Lorenzo, não teria o passado na última volta e tirado o máximo da minha moto. Não sei porque ele falou isso”, declarou.
 
O bicampeão da categoria explicou sua estratégia em Phillip Island e garantiu que só ajudaria Dani Pedrosa.
 
“Reconheço que em alguns momentos eu poupei meus pneus, mas tudo foi pensando em chegar o final e eu sobrar em relação ao resto. O único caso que eu ajudaria seria do meu companheiro de equipe. Não é meu companheiro, então eu só quero vencer”, completou.
 
Questionado se o compatriota havia o ajudado na Austrália, Lorenzo ironizou e também lembrou que Márquez o ultrapassou no giro final.
 
“Ah, ele me ajudou muito. Especialmente na última volta”, disse.
 
Rossi agora tem 296 pontos contra 285 de Lorenzo. Márquez, já fora da briga, tem 222.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube