MotoGP

Rossi atrela déficit a atrasos e celebra ideia da Yamaha de testar protótipo de 2020 em agosto

Chefe da Yamaha, Massimo Meregalli falou em colocar o protótipo da moto de 2020 na pista já no início de agosto. Mesmo desconhecendo os planos da montadora de Iwata, Valentino Rossi afirmou que, quando a YZR-M1 foi competitiva, os testes começaram me Brno

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A Yamaha não vive sua melhor fase na MotoGP. Passadas as primeiras seis etapas da temporada 2019, a casa de Iwata acumula sua menor pontuação no Mundial de Construtores desde 2003, e, assim, já planeja maneiras de reverter sua sorte.
 
Em entrevista ao site italiano ‘GPOne’, Massimo Meregalli afirmou que a Yamaha planeja colocar o protótipo de 2020 na pista já no início de agosto. O chefe do time dos diapasões reconheceu que um dos desafios deste ano é o fato de o desenvolvimento do motor ser congelado, já que a M1 tem um grande déficit de velocidade em comparação com a concorrência.
 
“No teste depois de Brno e aí em Misano, em agosto, nós vamos testar um protótipo de 2020, incluindo o motor”, garantiu. “A meta é encontrar mais potência, sem comprometer a dirigibilidade”, frisou.
Valentino Rossi está na torcida para receber a moto de 2020 cedo (Foto: Divulgação/MotoGP)
Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



Questionado, então, se a Yamaha preparar uma revolução, talvez com a introdução de V4 no lugar atual propulsor de quatro cilindros em linha, ‘Maio’ rebateu: “Não, de jeito nenhum. Vocês nos conhecem”.
 
Em Montmeló para a prova deste fim de semana, Valentino Rossi foi questionado sobre as declarações de Meregalli e, mesmo desconhecendo os planos de Iwata, destacou que, quando s coisas correram bem para o time, a moto nova chegou com antecedência, o que não tem acontecido nos últimos anos.
 
“Sinceramente, não sei muito bem”, disse Rossi. “Mas quando a Yamaha foi competitiva, nós testamos a nova moto em Brno. Por alguma razão ― que ninguém sabe ― nos últimos anos a nova moto não chega. Nunca”, seguiu.
 
“Talvez, também por essa razão, nós tenhamos um atraso grande. Espero, mas não sei”, frisou.
 
O GP da Catalunha de MotoGP está marcado para o domingo, às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.