Rossi compara ida da Honda para Yamaha a Hamilton “deixando Mercedes por McLaren”

Valentino Rossi relembrou sua carreira na MotoGP. Ao falar de sua mudança para a Yamaha, chegou a comparar com uma hipotética saída de Lewis Hamilton da Mercedes

Valentino Rossi ostenta carreira repleta de triunfos na MotoGP. Falando sobre sua caminhada na categoria, relembrou de quando deixou a Honda para a apostar na Yamaha, e chegou a comparar a situação com uma mudança de equipe de Lewis Hamilton.

Em 2002, o italiano fez sua subida para a classe rainha do Mundial pela Honda, onde foi campeão dois anos consecutivos. Em 2004, então, fez a mudança para a Yamaha em meio a dúvidas. Entretanto, conseguiu o título por outros dois anos seguidos e se tornou o único piloto a vencer corridas consecutivas por fábricas diferentes.

“Fui condenado por vencer. Diziam que só ganhava pela Honda. Se não ganhava duas corridas, falavam que estava acabado. Minha decisão foi uma loucura”, disse em participação no canal italiano Rai 1.

Rossi se comparou com Hamilton (Foto: Reprodução)

“Foi como se Hamilton deixasse a Mercedes e fosse para a McLaren. Na Honda, pensavam que estava louco quando aceitei ir para a Yamaha. Mas, no final, mostrei que não ganhava por só uma moto”, completou.

O multicampeão ainda falou sobre sua carreira nas duas rodas. “Meu sonho era vencer, mas não sabia o que me esperava. Pessoalmente, posso dizer que ganhei mais do que esperava e estou feliz”, pontuou o competidor de 41 anos.

“Tive uma primeira parte da carreira onde ganhei muito, coisa que poucos campeões fizeram. Depois, apesar de anos difíceis em que ganhei menos e tive mais desilusões, tive corridas que gostei mais do que quando ganhava 12 provas seguidas”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube