Rossi critica “situação fora de controle” de punições no Mundial: “Precisam subir o nível”

O italiano falou da inconsistência dos comissários responsáveis e como os próprios pilotos já não seguem as regras à risca

Valentino Rossi não está nada satisfeito com o sistema de punições do Mundial de Motovelocidade. O italiano destacou a inconsistência em determinas situações e afirmou que é preciso melhorar o nível por parte dos comissários.

Após o acidente causado por Johann Zarco no GP da Áustria, o francês e Franco Morbidelli foram ouvidos e o Painel de Comissários da FIM [Federação Internacional de Motociclismo] decretou que o piloto da Avitia teria de largar do pit-lane.

“A situação não é fácil porque colocaram pressão sobre Zarco após o incidente, e ele correu neste fim de semana, mesmo que tenha largado do pit-lane. Eles têm de ser mais constantes porque agora fazem algo, mas algumas vezes sim, outras, não. Sei que o trabalho não é fácil também na Moto2 e Moto3, mas acredito que precisam subir o nível”, disse Rossi.

Rossi não está feliz com a inconsistência das punições (Foto: Divulgação/MotoGP)

O Doutor também indicou outro ponto que deve receber atenção redobrada: quando um competidor ultrapassa os limites do traçado. “Há muitas discussões na Comissão de Segurança porque a situação está fora de controle. Para mim, nunca se pode ir para a área verde. Agora, todos os pilotos sabem que podem passar ali na corrida três ou quatro vezes. Como piloto, tenta seguir as regras ao máximo”, sublinhou.

“Para mim, cada vez que passar pelo verde tem de ceder uma posição ou perder tempo. Os circuitos são mais seguros agora, mas deve pensar que onde está pintado devia ser a caixa de brita ou a grama. Não tem de usá-lo do início ao fim. É a única maneira de consertar”, emendou.

“Na Moto2, [Jorge] Martín também passou pelo verde na semana anterior. Não se pode passar ali na última volta. Na última semana, não fizeram nada porque a regra diz que se tem 3s de vantagem não conta. O que é uma estupidez, pois as regras funcionam se houver corridas. Se passa ali, perde uma posição, ponto. Neste domingo, fizeram algo. Se a regra é uma, deve ser aplicada a todos”, encerrou o piloto da Yamaha.

A próxima etapa do Mundial de Motovelocidade é o GP de San Marino e Riviera de Rimini, no dia 13 de setembro. A corrida em Misano puxa a primeira da rodada dupla no circuito italiano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube