Rossi lamenta erro em MotorLand, diz que poderia brigar por segunda posição, mas se mostra conformado: “Um pódio é ok”

Valentino Rossi chegou ao pódio neste domingo (25) de GP de Aragão. No entanto, mesmo tendo comemorado importantes pontos para o campeonato e a terceira colocação, o italiano lamentou o erro que cometeu no final da prova que o fez perder o segundo posto para seu companheiro Jorge Lorenzo

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Valentino Rossi pode até ter terminado este domingo (25) de GP de Aragão no pódio, mas certamente não era esse o resultado que esperava. Após brigar intensamente com Jorge Lorenzo, um erro acabou tirando sua segunda colocação.
 

O italiano e seu companheiro de equipe espanhol protagonizaram um dos principais embates em MotorLand. Com um constantemente superando o outro, o tricampeão terminou à frente do piloto da moto #46 após um erro cometido por ele.
Marc Márquez e Valentino Rossi (Foto: GEPA pictures/Gold & Goose)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Rossi, é claro, lamentou o ocorrido. “O início da corrida foi bastante divertido. A corrida não foi ruim, cheguei a ficar algum tempo na frente de Márquez, que aqui estava muito forte. É uma pena, acabei cometendo um erro no momento da freada. Poderia ter brigado pelo segundo lugar, mas um pódio é ok”, avaliou.
 

“Trabalhamos por todo o final de semana para tentar ser mais fortes na segunda metade da corrida, mas infelizmente não funcionou da maneira que queríamos. Lorenzo estava mais forte do que eu. Pelo menos conquistamos importantes pontos”, seguiu.
 
O italiano ainda ressaltou a boa fase que os adversários da Honda tem passado. “Temos que trabalhar duro. Nos últimos tempos a Honda tem melhorado muito, com vitórias de Márquez, Pedrosa ou Crutchlow. Espero melhorar para as provas na Ásia e Oceania”, encerrou o piloto.
PADDOCK GP #47 DISCUTE F1, FINAL DA INDY E FALA SOBRE ALEX ZANARDI

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube