Rossi minimiza críticas que sugerem aposentadoria e diz se sentir “mais em forma do que no ano passado”

Valentino Rossi mostrou não dar muita atenção aos críticos. O italiano afirmou que sempre comentam como ele deveria se aposentar, mas ele ignora esse tipo de coisa, e ainda aproveitou para dizer que tem se sentido muito bem fisicamente

Valentino Rossi mais uma vez mostrou não dar ouvidos aos críticos de plantão. Na Malásia, o italiano minimizou os comentários de que deveria se aposentar, ressaltando inclusive que se sente melhor fisicamente do que no campeonato passado.
 
A temporada está próxima de terminar e o titular da Yamaha só tem mais duas chances para conseguir uma vitória – em Sepang e em Valência. Entretanto, com os problemas apresentados pelo time em 2018, dificilmente sobe ao degrau mais alto do pódio.
 
Inclusive, o time de Iwata estava enfrentando o maior jejum de vitórias, encerrado por Maverick Viñales na Austrália. Rossi então comentou como essa situação gerou comentários que ele logo tratou de ignorar. “Cada vez que me vencem dizem que tenho que me aposentar. É verdade”, falou.
Valentino Rossi (Foto: Divulgação/MotoGP)
“Já ouvi tantas vezes que me diziam, mas é legal que continuem pensando nisso o tempo todo. A vitória de Maverick foi como um tapa na cara. Foi muito importante para a harmonia do time. Compreendemos a vitória vendo os dados, entender depois foi fácil. Vamos ver aqui, sempre vamos bem”, continuou.
 
O piloto também aproveitou para comentar sobre sua forma física e se sente alguma diferença por conta da idade – hoje, o italiano tem 39 anos. “Este ano, fisicamente, estou mais em forma do que no ano passado. Em 2017, tinha alguns problemas nos finais das corridas”, explicou.
 
“Então machuquei a perna e tudo ficou mais difícil. Talvez por isso, neste inverno treinei mais. Outros pilotos são muito fortes e podem melhorar, como Maverick, que é de 95 e a cada ano fica mais forte. Mais do que o físico, trata de melhorar o estilo de pilotagem”, encerrou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube