Rossi reage à sugestão de paz e diz que “está tudo bem” com Márquez. Mas recusa aperto de mão

Valentino Rossi insistiu em dizer que as coisas estão tudo bem entre ele e Marc Márquez. Na coletiva de imprensa em Misano, nesta quinta-feira (6), o italiano afirmou que não precisa fazer as pazes com o espanhol, já que está tudo bem entre eles

Valentino Rossi aproveitou a coletiva de imprensa desta quinta-feira (6), em Misano, para cutucar Marc Márquez. O italiano afirmou que ele e o espanhol não precisam fazer as pazes, pois não existem problemas entre eles. E ainda se negou a apertar a mão do competidor.
 
Não é de hoje que o titular da Yamaha e o titular da Honda não se bicam. Toda a situação começou na temporada 2015, quando disputaram o título e se envolveram em alguns lances polêmicos. Neste ano, quando estavam na Argentina, o #93 ainda foi responsável pela queda do #46 durante a corrida. A guerra estava, mais uma vez, declarada.
 
Para apimentar as coisas, nesta semana, Marc ainda deu uma declaração para o canal italiano ‘TV8’ dizendo que queria fazer as pazes com o competidor, dizendo que não tem qualquer problema com o adversário.
Márquez ficou surpreso com a recusa de Rossi (Foto: Reprodução)

Entretanto, em Misano, Rossi mostrou enxergar as coisas de um ângulo diferente. “Para mim isso me parece um pouco estanho. Eu não sei por que Marc e eu precisamos fazer as pazes, não há problemas. Para mim, está tudo certo entre nós”, explicou.
 

É claro que o italiano não deixaria as coisas por isso mesmo. Ao sugerirem que apertassem as mãos, Márquez até ofereceu a sua, mas recebeu uma negativa do adversário. “Não precisamos apertar as mãos. Estamos bem. Não temos nenhum problema”, disse.
 
E Márquez está literalmente em terras inimigas. Afinal, o GP de San Marino e Riviera de Rimini é a corrida caseira de Rossi, como ele mesmo disse. "Estou muito feliz em estar de volta à Misano, pois é a corrida mais importante do ano junto com Mugello. Essa talvez um pouco mais, pois estou muito, muito próximo de casa. Estou muito feliz em estar aqui", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar