MotoGP

Rossi torce por boas condições climáticas na Argentina e foca na luta pelo pódio: “Veremos se somos fortes”

Valentino Rossi segue para a Argentina de olho na briga pelo pódio, mas ainda querendo ver se a Yamaha é forte o bastante. O #46 torceu por boas condições de posta e por um clima diferente daquele do ano passado

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
O GP do Catar não foi dos mais fáceis para Valentino Rossi, mas a boa prova de recuperação serviu para deixar o italiano animado para a corrida deste fim de semana. Às vésperas do GP da Argentina, o piloto da Yamaha falou em brigar pelo pódio, mas também em avaliar a força da YZR-M1.
 
A prova de 2018 em Termas de Río Hondo não foi das melhores para Rossi, que acabou caindo após ser tocado por Marc Márquez, que vinha em uma atuação para lá de polêmica. O #46, no entanto, não esqueceu mesmo foi das condições de pista, já que a corrida aconteceu com o asfalto úmido.
Valentino Rossi torce por clima estável na Argentina neste fim de semana (Foto: Yamaha)
“Eu curti a corrida no Catar, mas agora focamos na Argentina”, começou Rossi. “Antes de mais nada, esperamos ter boas condições de pista no circuito neste fim de semana, porque isso é sempre crucial”, seguiu.
 
“Em segundo lugar, nós esperamos ter bom tempo neste ano. No ano passado, a corrida foi incrivelmente complicada, correndo numa pista meia seca e meia molhada”, recordou. “Foi difícil pilotar a moto com slicks nas partes úmidas. Esperamos não ter de repetir isso, e veremos se somos fortes”, frisou.
 
“Vou dar meu melhor para lutar pelo pódio”, concluiu.