Rossi vê Austin como “clássica pista de Tilke” e diz que Yamaha tem de evoluir para ir bem no Texas

Após primeiro teste em Austin, Valentino Rossi afirmou que Circuito das Américas é uma pista no clássico estilo de Hermann Tilke. Italiano afirmou que Yamaha precisa melhorar M1 para poder enfrentar Honda na prova de abril

► Confira as melhores imagens da MotoGP nesta quarta-feira na Austin

A Yamaha concluiu na última quarta-feira (14) sua participação nos testes privados de Austin. Encerrando as atividades um dia antes da Honda de Marc Márquez e Dani Pedrosa, Valentino Rossi ficou com a quinta colocação na tabela de tempos, com seu melhor giro em 2min04s960, 1s107 atrás do novato da Honda, que ditou o ritmo no Texas.

“A sensação com a pista melhorou muito, nós começamos a trabalhar na moto para melhorar os pontos difíceis, especialmente nas três áreas de frenagem fortes, onde é muito importante ter uma boa estabilidade”, avaliou. “Parece que aqui você pode fazer uma grande diferença nas partes lentas. A parte da chicane na curva dois é muito técnica e difícil, já que é cega. Você tem de ir um pouco pela memória”, explicou. 

Rossi destacou que ainda é preciso melhorar performance da Yamaha (Foto: Yamaha)
Rossi afirmou que pouco a pouco a fábrica de Iwata foi melhorando seu desempenho, mas reforçou que ainda será preciso evoluir um pouco mais para fazer frente à Pedrosa e Márquez na prova de abril. 
 
“Passo a passo, nós melhoramos muito desde ontem, mas temos algumas desvantagens comparado com os outros caras, então precisamos reunir tudo isso”, defendeu. “Nossos rivais são capazes de acelerar mais rápido do que nós no grampo e eles têm um pouco mais de aderência no limite do pneu comparado conosco, então essas são áreas onde temos de trabalhar. Nas partes mais fluidas, não estamos tão mal”, considerou.
 
Por fim, o multicampeão definiu Austin como um clássico circuito de Hermann Tilke, um dos mais populares arquitetos da atualidade. “A pista é boa, é uma clássica pista de Tilke”, falou. “Eu gosto das partes rápidas, as curvas 2 e 10, especialmente. Tem muitos pontos fortes de frenagem e é muito ampla, então é boa para ultrapassagem. A última longa direita antes das duas últimas esquerdas também é boa. É divertida e aqui não é tão quente como em Sepang, então é um bom lugar para fazer uma corrida de moto”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube