Seis semanas após segunda cirurgia, Marc Márquez volta a treinar na Espanha

Pelas redes sociais, o espanhol da Honda contou que voltou a correr pela primeira vez desde a segunda cirurgia no braço fraturado. O hexacampeão da MotoGP completou 7,5 km em 31 minutos

Marc Márquez voltou aos treinos físicos pela primeira vez após a segunda cirurgia no braço direito fraturado no GP da Espanha, primeira etapa da temporada 2020. Foram seis semanas de repouso para o espanhol da Honda.

Marc fraturou o úmero direito em uma queda em Jerez, em 19 de julho. O hexacampeão da MotoGP tentou voltar às pistas apenas quatro dias após passar por uma cirurgia para estabilizar o osso com uma placa e parafusos, mas não resistiu às dores e abandonou o GP da Andaluzia. A expectativa, então, era voltar no GP da Tchéquia, porém, dias antes da corrida em Brno, a Honda anunciou que o mais velho dos Márquez precisou passar por uma segunda cirurgia, já que danificou a placa em um incidente doméstico ― resultado de estresse acumulado por conta das atividades físicas.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Desde então, a recuperação de Márquez foi bastante mais cautelosa. No último dia 23, a Honda anunciou que o mais jovem campeão da história da MotoGP ainda levaria “mais dois ou três meses” para voltar ao Mundial.

Nesta terça-feira (15), Marc revelou pelas redes sociais que voltou aos treinos físicos e completou uma corrida de 7,53 km em 31min14s em Cervera.

“Depois de seis semanas da operação, o primeiro treino! 30 minutos correndo”, escreveu Marc.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube