García vence em festival de quedas da Moto3 na França. Acosta escala duas vezes e é 8º

Sergio García soube evitar os acidentes no caótico GP da França da Moto3, disputado com pista molhada, e venceu pela segunda vez na carreira. Filip Salac e Ricardo Rossi completaram o pódio. Pedro Acosta, líder do campeonato, sofreu de novo em Le Mans

Franco Morbidelli se acidentou enquanto praticava a troca de motos no fim do TL3 (Vídeo: MotoGP)

A pista molhada foi novamente fundamental para definir a Moto3 em Le Mans. Com muitas quedas e mudanças de posições, Sergio García sobreviveu ao caos para vencer o GP da França. É a segunda vitória do espanhol na categoria, a primeira desde o GP da Comunidade Valenciana de 2019, ano de estreia no Mundial.

Para conquistar a prova, no entanto, não foi fácil para García. Além de alguns sustos durante a corrida, o espanhol ainda chegou a ser superado por Filip Salac, mas recuperou-se na mesma volta para não largar mais a liderança e rumar para a vitória.

Sergio García sobreviveu em Le Mans para conquistar a segunda vitória na carreira (Foto: Aspar Team)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Salac ficou com a segunda posição e chegou ao pódio pela primeira vez na Moto3. Ricardo Rossi foi mais uma a estrear no pódio e foi terceiro na França.

John McPhee acabou como quarto colocado, seguido por Ayumu Sasaki, Adrián Fernández e Xavi Artigas. Pedro Acosta, líder do campeonato, largou em 21º, se recuperou, caiu e voltou para terminar em 8º. Deniz Öncü e Romano Fenati fecharam o top-10 em Le Mans.

Com o resultado desta quinta corrida do ano, Acoste chegou aos 103 pontos e abriu 54 de vantagem para García, que saltou para a segunda colocação. Migno tem o terceiro posto, à frente de Fenati e Niccolò Antonelli.

Pelo Mundial de Construtores, a KTM soma 116 pontos, 24 à frente da Honda. Com a primeira vitória, a GasGas vem na sequência, diante da Husqvarna. A Red Bull KTM Ajo lidera o Mundial de Equipes com 142 pontos, 65 a mais que a Snipers, a segunda colocada.

A Moto3 volta à ação no dia 30 de maio, com o GP da Itália, sexta etapa do calendário. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

Saiba como foi o GP da França de Moto3:

A Moto3 encarou uma pista molhada n a quinta etapa da temporada 2021. Às vésperas da largada, os termômetros mediam 13°C, com o asfalto chegando a 17°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.

Carlos Tatay caiu quando se encaminhava para o grid (Vídeo: MotoGP)

Ainda a caminho do grid, Carlos Tatay foi vítima das condições. O piloto da Avintia caiu na curva 4, apenas metros depois de sair dos boxes. A equipe trabalhou rápido, permitindo que o piloto iniciasse a volta de aquecimento do pit-lane.

No instante em que as luzes se apagaram na província de Sarthe, Andrea Migno saiu bem e manteve a ponta nos primeiros metros, apesar de ter empinado a moto logo na saída. Na primeira curva, porém, o experiente italiano escapou da pista e acabou caindo para quinto, atrás de Niccolò Antonelli, Filip Salac, Jaume Masià e Riccardo Rossi.

Sergio García e Gabriel Rodrigo partiram para o ataque na sequência, derrubando Migno para a sétima colocação.

A largada do GP da França de Moto3 (Vídeo: MotoGP)

Ainda na primeira volta, Antonelli caiu na entrada da curva 14, a última de Le Mans, entregando a liderança para Salac. García tomou o segundo posto de Rossi, à frente de Masià, Rodrigo e Ayumu Sasaki. 21º no grid, Pedro Acosta já era o oitavo.

Tatsuki Suzuki também não foi muito longe na corrida e caiu na curva 6. Foi a sétima queda do japonês em nove corridas. Na sequência, Jeremy Alcoba e Jaume Masià também tombaram em incidentes separados.

O líder do Mundial escorregou na 3 pouco depois, mas levantou rápido e voltou para a pista, caindo para 21º mais uma vez.

Niccolò Antonelli liderava, mas caiu no fim da primeira volta (Vídeo: MotoGP)

Gabriel Rodrigo teve o mesmo destino ao passar do ponto da freada na curva 8, a Garage Vert, de Le Mans.

Em meio a tantas quedas, García tinha a liderança da disputa, seguido por Salac, Rossi, Ayumu Sasaki, John McPhee e Ryusei Yamanaka.

Diferente do que normalmente acontece na Moto3, os dois ponteiros conseguiram se descolar do pelotão. García e Salac vinham rodando mais rápido que os demais e se afastaram mais de 4s5 de Rossi, que tinha o terceiro posto.

Pedro Acosta também caiu, mas conseguiu voltar para a corrida (Vídeo: MotoGP)

Com 16 voltas para o fim, Kaito Toba caiu na curva 6, aumentando ainda mais a lista de acidentes nesta manhã de domingo.

Na pista, García tinha quebrado a resistência de Salac e se isolado na liderança com 1s002 e margem. Riccardo era o terceiro, também muito distante do rival da Snipers. Sasaki ocupava a quarta colocação, escoltado por McPhee, Xavier Artigas, Darryn Binder, Ryusei Yamanaka, Adrián Fernández e Jason Dupasquier. Acosta? Com 15 voltas para o fim, o espanhol já tinha subido para 15º.

Na nona volta, foi a vez de Darryn Binder ver o asfalto mais de perto. O sul-africano caiu na curva 3, mas levantou rápido para voltar para a corrida, ainda que em 21º.

Darryn Binder foi outra vítima da pista molhada em Le Mans (Vídeo: MotoGP)

Na metade da corrida na França, García seguia firme na ponta, agora com 1s395 de margem para Salac. Rossi era terceiro, com Sasaki, McPhee, Fernández, Artigas, Dupasquier, Yamanaka e Acosta fechando o top-10.

Salac, porém, começou a cortar rapidamente a diferença de García. Com dez giros para a bandeirada, a vantagem do espanhol tinha caído para 0s648. Rossi, porém, tinha mais de 7s5 de atraso na briga pela ponta.

No mesmo giro, García errou e escapou ligeiramente da pista na Garage Vert, permitindo a passagem de Salac. O titular da Aspar, porém, não entregou os pontos e ultrapassou de volta. O troco veio rápido, mas García conseguiu retomar a ponta e forçou o ritmo para abrir 0s6 de vantagem.

Sergio García e Filip Salac brigaram pela liderança (Vídeo: MotoGP)

Mais atrás, Acosta seguia com a segunda escala do dia. Na 15ª das 22 voltas, o piloto da Red Bull KTM Ajo vinha em oitavo, tentando cortar os mais de 4s de atraso para Artigas para seguir avançando.

Nesta reta final da disputa, García não era o único imprimindo um ritmo forte. As melhores voltas vinham de Adrián Fernández, que tentava chegar em McPhee para brigar pela quinta colocação. A diferença, contudo, era de mais de 15s.

Com seis giros para o fim, McPhee passou Sasaki e assumiu a quarta colocação. Rossi vinha à frente, mas a diferença era de 2s9. Mais atrás, Migno tinha subido para nono, à frente de Dupasquier, Romano Fenati e Yamanaka.

Sergio García levou a melhor no GP da França (Vídeo: MotoGP)

Fenati, aliás, atacou Migno pouco depois e tomou a nona colocação, já 5s4 atrás de Acosta, o oitavo. Atrás, Dupasquier e Yamanaka brigavam pela 11ª posição, com Deniz Öncü surgindo para se meter na disputa. O turco, aliás, não só conseguiu a posição, como também passou Migno após um susto do italiano para ser décimo.

Deniz não tardou também em passar Fenati, subindo para nono. Oitavo, Acosta tinha mais de 6s de frente e só restavam duas voltas neste GP da França.

Na volta final, já com a pista majoritariamente seca, os ponteiros seguiram todos firmes para confirmar as posições, apenas com Migno recuperando o 11º posto no último respiro.

Moto3 2021, GP da França, Moto3, Corrida:

1S GARCIAAspar KTM42:21.17222 voltas
2F SALACSnipers Honda+2.349 
3R ROSSIBOE KTM+5.589 
4A SASAKITech3 KTM+7.158 
4J MCPHEESIC Honda+14.882 
6A FERNÁNDEZMAX Husqvarna+27.279 
7X ARTIGASLeopard Honda+27.408 
8P ACOSTARed Bull KTM Ajo+29.880 
9D ÖNCÜTech3 KTM+35.314 
10R FENATIMAX Husqvarna+36.735 
11R YAMANAKAPrüstel KTM+42.080 
12A MIGNOSnipers Honda+42.128 
13J DUPASQUIERPrüstel KTM+42.319 
14I GUEVARAAspar KTM+51.402 
15M KOFLERCIP KTM+52.598 
16A FARID IZDIHARAsia Honda+52.713 
17S NEPABOE KTM+53.035 
18D FOGGIALeopard Honda+1:18.598 
19L FELLONSIC58 Honda+1:18.690 
20D BINDERSIC HONDA+1:51.839 
21K TOBACIP KTM+1 volta 
22J ALCOBAGresini Honda+1 volta 
23C TATAYAvintia KTM+1 volta 
24T MATSUYAMAAsia HondaAbandonou 
25G RODRIGOGresini HondaAbandonou 
26J MASIÀRed Bull KTM AjoAbandonou 
27T SUZUKISIC58 HondaAbandonou 
28N ANTONELLIAvintia KTMAbandonou 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar