Stoner ataca Rossi por saída da Ducati e afirma: “Valentino não quer guiar uma moto imperfeita”

Em entrevista à revista britânica ‘Motorcycle News’, Casey Stoner atacou Valentino Rossi por sua saída da Ducati. Piloto da Honda afirmou que italiano não quer guiar moto imperfeita, teve de engolir suas criticas e ainda questionou a capacidade do multicampeão

Desde que Valentino Rossi anunciou sua decisão de deixar a Ducati no fim da temporada de 2012 para retornar à Yamaha, era esperado que Casey Stoner elevasse o tom das criticas ao italiano. Nesta quarta-feira (15), a revista britânica ‘Motorcycle News’ publicou uma entrevista com o titular da Honda, onde ele disparou contra o rival.

“Eu realmente sinto muito pela Ducati que ele tenha ido lá e feito nada além de reclamar da moto e, obviamente, eles agora tem uma moto que pode ir bem porque ele segue sendo batido por Nicky [Hayden] e Hector [Barberá] e isso não é motivo de orgulho”, afirmou. “Nós ouvimos muito sobre como ele guiaria a Ducati à grandeza e não vimos nenhum resultado.”

A revolta de Stoner com o italiano aumentou quando Rossi deixou a Yamaha para vestir as cores de Borgo Panigale. Na época, o multicampeão e seu chefe de equipe, Jeremy Burgess, questionaram a capacidade do australiano de acertar a moto e garantiram que conseguiriam melhorar o protótipo italiano.
 

Stoner afirmou que Rossi não se esforça para buscar melhor resultado com a Ducati (Foto: Bridgestone)


“Eles engoliram as palavras deles desde o primeiro dia”, rebateu. “Jerry disse que levaria 80s para consertar a moto e que esse era um assunto simples e agora e agora eles tiveram praticamente dois anos e não fizeram nada.”

“Valentino conquistou seu melhor resultado no seco virtualmente em sua primeira corrida na Ducati supostamente com uma lesão no ombro e eu não vi nenhuma melhora nos últimos dois anos e isso é desapontador”, avaliou.

Casey disse lamentar pelas pessoas de Borgo Panigale e acusou Rossi de não se esforçar para vencer pelo time. “Sinto muito pelas pessoas por trás da moto. Valentino obviamente não quer forçar ao limite e guiar uma moto imperfeita. Ele admitiu isso.”

“Obviamente, ele não quer se esforçar com a Ducati. É desapontador para eles que estejam fazendo tudo que podem e ele não esteja nem tentando conquistar o melhor resultado”, acusou.

Ainda, o australiano questionou a capacidade de Rossi em apontar soluções para as equipes que representa. “Existem alguns pilotos neste paddock que se consideram pilotos de testes que podem conduzir uma fábrica na direção certa e Valentino provou com a Ducati que este não é o seu caso. É apenas óbvio que ele precisa de uma moto extremamente boa para poder vencer”, opinou.

“É bastante óbvio que ele não pode vencer com uma Ducati e torná-la competitiva, então ele está procurando a primeira opção para sair. Ele disse que queria terminar a carreira com eles e agora quer abandonar o barco.”

Por fim, Stoner lembrou do capacete utilizado pelo italiano na etapa de Mugello onde havia a inscrição ‘Vamos ficar juntos’ e afirmou que ele deveria seguir com o time. “Ele deveria já que recentemente colocou no capacete ‘vamos ficar juntos’.”

“A quantidade de vezes que aquele cara teve de engolir suas palavras não é engraçada, mas as pessoas ainda o perdoam por isso”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube