Stoner nega mudança para V8 Supercars: “Vou ver minha menininha crescer por um tempo”

Casey Stoner negou os rumores de que irá se transferir para a V8 Supercars australiana na próxima temporada. Australiano não descartou voltar à MotoGP como wild-card na etapa de Phillip Island

Casey Stoner negou que tenha planos de correr na V8 Supercars australiana na temporada de 2013. Em entrevista à agência de notícias australiana ‘AAP’, o atual piloto da Honda negou seu interesse na categoria e frisou que quer ficar com a família, acompanhando o crescimento de sua filha, Alessandra, de quase seis meses.

“Vou correr na V8 no ano que vem? Não. Vou ficar em casa e ver a minha menininha crescer por um tempo”, afirmou. “Quero aproveitar esse momento em que você não tem de ir testar e se preparar perfeitamente para uma temporada. Quero me divertir e ser livre. Primeiro, vou aproveitar a minha família e não ter de me estressar sobre a próxima corrida”, continuou.
 

Stoner negou que esteja de mudança para a V8 Supercars (Foto: Team Vodafone/ Reprodução)


Alguns promotores acreditam que Casey possa voltar às pistas do Mundial em 2013 com uma entrada wild-card para disputar a prova em Phillip Island, uma de suas preferidas no calendário.

“Eu teria de pensar sobre isso e não pensei muito a respeito. Só quero terminar este ano e fazer o melhor possível”, falou. “Eu não tenho dúvidas – vou parar de correr em tempo integral.”

Rumores de que Stoner desembolsaria US$ 2.5 milhões (cerca de R$ 5 milhões) por uma franquia da V8 Supercars e teria seu próprio time, também foram negados por Colin, o pai do piloto.

“Absolutamente não”, garantiu. “Casey não vai pagar por uma licença de equipe, isso é certo.”

“Se ele precisasse fazer isso só para correr, ele pode andar de moto por muito, muito mais dinheiro”, ponderou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube