“Surpreso e contente” com ritmo da Ducati em Jerez, Dovizioso admite incerteza sobre GP do Catar

Andrea Dovizioso se disse surpreso e contente por terminar os testes em Jerez de la Frontera 0s811 atrás de Cal Crutchlow, o líder das atividades, mas reconheceu que não sabe o que esperar para o GP do Catar

Às vésperas do início da temporada 2013 da MotoGP, Andrea Dovizioso reconheceu que ficou surpreso com o desempenho apresentado pela Ducati na última bateria de testes coletivos antes do início do Mundial, no próximo dia 7, no Catar. Ainda tentando reverter a má fase, a fábrica de Borgo Panigale segue trabalhando no desempenho da GP13, mas o atraso em relação aos adversários segue bastante grande. 
 
Na semana passada, Dovizioso fechou os testes com a sétima melhor marca no resultado combinado dos três dias de treinos, 0s811 atrás de Cal Crutchlow, o mais rápido na pista andaluz. Andrea admitiu sua surpresa com o resultado e ponderou que é possível esperar um bom desempenho da equipe no treino classificatório em Losail, mas reconheceu que o time segue no escuro em relação a performance durante a corrida. 
Dovizioso estreia pela Ducati nesta temporada (Foto: Ducati)
“Não esperava deixar Jerez apenas 0s8 atrás do líder. Estou surpreso e contente ao mesmo tempo, já que isso nos ajuda a ver que não estamos tão atrás dos outros quando temos pneus novos”, falou. “O clima não nos permitiu fazer uma simulação de corrida, então não estamos certos do que esperar quando os pneus estão desgastados”, explicou. 
 
“Estes três dias foram importantes para mim e para o desenvolvimento, mesmo que tenhamos sido incapazes de fazer um ótimo tempo de volta”, continuou. “Nós devemos ser capazes de lutar por uma posição decente no grid do Catar, e isso é importante, mas não estamos certos sobre a corrida”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube